/>
4 Em Acomodação/ Crianças/ Peru

Paracas

Hotel Paracas, Peru

Paracas é um ótimo lugar para quem quer relaxar no Peru com toda a mordomia. O mais comum para quem não mora no Peru é conhecer a Reserva Natural de Paracas, famoso passeio turístico do país, mas o que pouca gente sabe é que Paracas tem uma boa concentração de hotéis de luxo, um baía ótima para mergulho e esportes marítimos. (Já aviso que o post será giga, mas não resisti e postarei um monte de fotos para vocês verem como é lindo!)

Paracas está localizado a 250 km de Lima. É fácil chegar de carro e de ônibus e o trajeto é de umas 4hs beirando o mar. Pode ser até mais rápido, mas a chegada e a saída de Lima é realmente pesada. Depois a estrada segue tranquila, descendo a Panamericana Sur. A estrada é boa, nada excepcional, com trechos duplos e trechos simples.

Paracas, Peru

Antes de chegar a Paracas, a única cidade que passamos é Chincha, berço a população e cultura negra do país. Aqui, a música, a comida e a dança afro são preservadas e motivo de festa em fevereiro, quando celebram o Verano Negro. Se passar por aí nesta época e estiver curiosidade é só ficar um dia. Há bons hotéis na cidade.

O último trecho da viagem é feito longe do mar, entre plantações e deserto (sei lá como isto é possível), o que torna a chegada a Paracas ainda mais prazerosa.

Hotel Paracas, no Peru.

Chegamos!

Ficamos hospedados no Hotel Paracas. Maravilhoso! Adorei muito o hotel! Ele é grande, mas preserva a privacidade dos hospedes, por ser pequenas vilas e não um edifício de quartos. Tem muito verde para todos os lados o que dá ainda maior sensação de descanso e silêncio.

Hotel Paracas, no Peru.

Os quartos em formato de vilas.

Hotel Paracas, no Peru.

O quarto é espaçoso e bem equipado.

Hotel Paracas, no Peru.

O banheiro do quarto já é um spa… 😉

Hotel Paracas, no Peru.

A vista do nosso quarto. A varanda é um charme!

O hotel conta com duas piscinas, uma mais “cool”, com DJ, bar, paquera, galera, casais jovens, mas você precisa reservar lugar, porque é disputadíssimo.

Hotel Paracas, no Peru

A piscina da badalarão. Aqui consegui pegar ela vazia porque era tarde de uma segunda feira…

Outra é o que eles chamam de piscina familiar. Como o nome já diz é onde fica a criançada. Tem bola, cesta de basquete e muita gente. Eu particularmente preferi esta. Achei com menos “quero-ver-e-ser-visto”, o clima mais descontraído e com serviço de bar e música ótimos também. Outro benefício desta piscina é que está na beira do mar, então a vista já vale.

Hotel Paracas, Peru

Piscina família, movimentada dia e noite.

Hotel Paracas, Peru

O hotel tem, claro, uma piscina infantil também. A banheira-pato da Olivia foi como convidado. 😉

Hotel Paracas, Peru

A piscina ao entardecer. Pra que mais, né?

Achei uma simpatia a agua, as toalhas e o protetor solar serem oferecidos como mimo aos hóspedes.

O Hotel Paracas também conta com um spa que é um sonho. Um cardápio de massagens pra se lambuzar. Os preços também não eram um absurdo não. Dava pra curtir.

Hotel Paracas, Peru

O spa oferece massagens anti-stress, relaxante, circuito de água, shiatsu, entre outros.

Para crianças, o hotel tem um club infantil com atividades, monitores, games e brinquedos. Apesar de eu não ter usada, visitei e achei muito legal para crianças maiores (entre 4 e 12 anos). A Olivia queria saber mesmo era da piscina, de andar na praia, ver os pelicanos. Tinha um parquinho bem estruturado também, mas ela brincou bem pouco. Nem precisava. A turma adolescente e jovem do hotel também curte muito os esportes náuticos como kite surf, windsurfe e caiaque.

Hotel Paracas, Peru

Parte da sala de jogos infatil. Monitores e atividades dirigidas para maiores de 6 anos.

Hotel Paracas, Peru

Parte da sala de jogos infatil. Monitores e atividades dirigidas.

A noite o restaurante tem uma carta variada e os pratos são muito bem feitos. Experimentamos quatro pratos mais entradas e sobremesa e tudo foi aprovado. Para quem não quer um jantar formal, o hotel oferece ainda uma lanchonete e uma pizzaria, bem charmosas.

Hotel Paracas, Peru

O restaurante principal, onde são feitas as refeições do hotel, que conta ainda com uma lanchonete e uma pizzaria.

Hotel Paracas, Peru

Alguns dos pratos que devoramos.

Bom, como tudo não pode ser perfeito, o Hotel Paracas fica antes dos outros hotéis de luxo da região, em uma área em que a praia não é boa. Tem muitas gaivotas e pelicanos e tem perigo de agua viva no mar. Banho vetado.

Hotel Paracas, Peru

Mar de gaivotas.

Está até parecendo post pago, mas não é. Eu realmente adorei o hotel. Foi um fim de semana em família, para descansar, para curtir. Eu não sou fã de resort, não é minha praia e tenho pânico dessas coisas muito fake. O que eu curti é que o hotel tinha uma estrutura de luxo sim, mas o que tínhamos era tranquilidade, natureza, paz. Os serviços estavam ali, mas o que se sobressaía era a beleza do por do sol, das aves, a caminhada na praia, a tranquilidade do hotel, o bom ambiente na piscina. Nada de estresse.

Hotel Paracas, Peru

O bar do hotel no fim de tarde tem tochas, DJ e uma vista de linda da baía.

Hotel Paracas, Peru

Todas as tardes eram assim…

Para quem não consegue deixar de explorar a região, você pode ficar no hotel e fechar com eles os passeios pela região como o Tour pela Reserva Nacional, o voo sobre as Linhas de Nazca, o tour pelas Ilhas Balestas e pelos vinhedos de Pisco.

Hotel Paracas, Peru

Indo embora e a paisagem continuava linda.

Hotel Paracas:
Reservas
Site

Talvez você também goste

4 Comentário

  • Reply
    jose roberto
    01/04/2014 at 09:42

    outra pergunta, tens idéia de como é esta região no inverno? abç

    • Reply
      Manu Tessinari
      01/04/2014 at 14:29

      Nunca fui no inverno para o lado de lá, mas é o frio de Lima. Não vai querer ficar na piscina, nem no mar, mas é um ótimo ponto de partida para os passeios da região que funcionam normalmente. Os dias lá também são mais bonitos, então você escapa dos dias nublados. Pode pegar um céu mais bonito por lá. De qualquer forma o hotel tem academia, spa, restaurante, bar e ampla recreação pra criança. Acho uma ótima aproveitar uma baixa de temporada (e de preços) e ir pra lá curtir um fim de semana diferente também.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    jose roberto
    01/04/2014 at 09:39

    como é o tráfego nesta rodovia? é pesado?

    • Reply
      Manu Tessinari
      01/04/2014 at 14:26

      Oi Jose Roberto,

      Como citei no texto, a saída de Lima pela Panamericana Sur é sempre um pouco congestionada, mas nos finais de semana de verão poder ser uma tortura. Passado o trecho de saída, tudo fica mais tranquilo e a viagem flui. Na volta a mesma coisa, mas é sempre a parte de Lima mesmo, uns 40-50km.

      abraços,
      Manu

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!