/>
18 Em Gastronomia/ Lima/ Peru

Restaurante Huaca Pucllana

huaca pucllana

Quando fizemos o post sobre a Huaca Pucllana e citamos o restaurante, várias pessoas nos pediram um post exclusivo sobre ele. Tanto eu quanto a Manu já tínhamos ido ao restaurante Huaca Pucllana algumas vezes, mas nenhuma das duas tinha uma foto decente do lugar. A iluminação é um pouco indireta, acredito que pra dar um certo charme e chamar mais a atenção para as ruínas que encontram-se ao fundo, e as fotos tiradas com câmeras normais e pior ainda, de celular, saem escuras. De forma que fomos praticamente obrigadas a fazer uma reserva no Restaurante Huaca Pucllana para que pudéssemos tirar as fotos pro post de hoje (pra que a Manu pudesse tirar fotos, minha gente! Eu sou a que tiro foto do iphone…). Vocês imaginam o nosso sacrifício, né?! Árduo. Tudo exclusivamente em nome da precisão e qualidade da informação que passamos pra vocês. rsss

arranjo com flores amarelas e brancas, ao fundo a porta do restaurante huaca pucllana em madeira rústica

Estilo rústico porém elegante

Demos muita sorte! Ao chegarmos lá, eles estavam recebendo um evento e a iluminação estava ótima e como vocês verão aqui, conseguimos tirar várias fotos legais. Bom, já falamos bastante sobre o museu e o sítio arqueológico em outro post sobre a Huaca Pucllana, então hoje nosso foco será o restaurante.

pães da casa, restaurante huaca pucllana

Pães da casa

ceviche frito huaca pucllana

Ceviche frito

Eles se declaram especialistas em comida criolla, que nada mais é do que uma comida típica peruana, que usa ingredientes locais e se inspira também na culinária espanhola. O menu apresenta uma variedade de peixes e carnes, além de uma parte exclusiva com os pratos tradicionais como lomo saltado, ají de gallina, arroz com pato, entre outros. A comida é realmente impecável – deliciosa e bem servida. Pedimos de entrada um ceviche frito que estava bem saboroso, só não parecia ceviche. Parecia mais uma isca de peixe que se come na praia, sabe? Eu senti falta da mescla de sabores típica do ceviche, pois nesse tudo vem separado. Mas é bem gostoso. Talvez até uma boa opção pra quem não topa comer peixe cru.

Corvina en crosta de quinua roja

Corvina en crosta de quinua roja

Medallón de alpaca en salsa de hongos y souflé de choclo

Medallón de alpaca en salsa de hongos y souflé de choclo

De prato principal fomos de corvina em crosta de quinua e medalhão de alpaca. Essa corvina é hors concours, unanimidade total, qualquer pessoa que goste de peixe vai amar. Já a alpaca eu nunca tinha comido, mas achei gostoso. Não chega a ser saborosa como a carne de vaca, mas o gosto é bem similar. Como era um girls night out, pedimos até um vinho e depois uma sobremesa, um cheesecake aturronado – o turrón doña Pepa é um doce típico relacionado a festa de Señor de los Milagros, em outubro, e eles fazem uma releitura nesse cheesecake. Tão gostoso quanto doce, quem não curte pode achar enjoativo, mas eu adorei.

Cheesecake aturronado

Cheesecake aturronado

Mas o protagonista desta experiência é na verdade a Huaca itself, as ruínas iluminadas são realmente incríveis. Muito lindo mesmo. O ambiente do restaurante é rústico mas elegante e sabiamente elaborado de forma que a nossa atenção seja obrigatoriamente voltada pras ruínas. Não dá muito pra descrever, tem de ver com os próprios olhos.

huaca pucllana

Essa era a vista da nossa mesa!

huaca pucllana

O salão externo super cheio

huaca pucllana

As ruínas maravilhosamente iluminadas

huaca pucllana

Os bonecos que integram o tour pelo sítio arqueológico também podem ser vistos

Pra finalizar, o preço do nosso jantar ficou num total de S/. 297,00 (= R$ 237,00). De novo, não é barato, mas infinitamente mais acessível do que qualquer coisa parecida aí no Brasil. Sem contar o fato de estar jantando num lugar tão inusitado. Nós adoramos e esperamos que vocês também!

Restaurante Huaca Pucllana
Calle general Borgoño, cuadra 8
tel: 445-4042 – recomendável reserva
Diariamente: 12h às 16h / 19 até meia noite

 

Talvez você também goste

18 Comentário

  • Reply
    Fernanda Scafi
    05/10/2015 at 22:30

    Melhor restaurante da minha viagem – peguei a dica aqui no blog! Obrigada! (e olha q tb fui inclusive em restaurante do Gastón Acurio…)!

    • Reply
      Manu Tessinari
      19/11/2015 at 00:23

      A intenção é esta, Fernanda! Cada um levar pra casa sua própria experiencia, a gente só dá uma ajudinha… 😉

  • Reply
    Top 5 restaurantes com vista em Lima - Cup of Things
    17/04/2015 at 09:01

    […] HUACA PUCLLANA Já declaramos nosso amor pelo restaurante da Huaca Pucllana nesse post, mas é óbvio que ele não poderia estar de fora dessa lista. Diga aí, aonde mais você tem a […]

  • Reply
    Roteiro de 1 dia em Lima, Peru | Pequeno Grande Mundo
    15/03/2015 at 19:18

    […] 5321 e entrada também pela Av. Arequipa), que estava fechado pela manhã, e chegamos às Ruínas Huaca Pucllana  (entrada 12s/, Calle General Borgoño cuadra 8 s/n). Fizemos o tour guiado de 1h em espanhol pelo sítio arqueológico, com uma pirâmide em vários níveis (local sagrado) e áreas térreas públicas utilizadas para manufaturar o barro e cultivar plantas e animais típicos peruanos. Eles ilustraram a área com bonecos simulando o que ocorria em cada espaço (cerimônias, tumbas, etc.) e pode-se ver lhamas, alpacas e o cuy, além de várias plantas, como batatas e frutas. Foi um espaço utilizado por diversas culturas, muito interessante! Há um museu, lojinha de souvenires, além de um restaurante. […]

  • Reply
    Tereza Raquel
    27/08/2014 at 17:19

    Manu, segui a sua dica, reservei e foi a melhor comida que experimentei no Peru. Estava incrível! Fui também ao Tanta, ao La Lucha, ao Incanto (Cusco), ao El Mapi (Aguas Calientes),em Paracas comi no restaurante do Hilton Resort e tbm estava maravilhoso.. pena que não consegui reserva no Amoramar…Mas fica para outra vez.. Amei todas as suas dicas…meu marido já perguntava -” Foi a Manu quem indicou?” , parecíamos íntimos…kkkk

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/08/2014 at 21:25

      Oi Tereza, que delicia de comentário. Fico feliz que tudo tenha dado certo! Quanto a sermos íntimos, é assim mesmo e isto é uma das boas coisas do blog. Sinta-se em casa.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Deb
    08/04/2014 at 21:56

    O post ficou ótimo! Super recomendo esse restaurante para um jantar delicioso e uma experiencia unica em Lima.

    beijos,
    Deb

    • Reply
      Bia Kuntz
      11/04/2014 at 11:11

      Que bom que gostou, Deb!
      Beijos, Bia.

  • Reply
    Lia
    07/04/2014 at 20:37

    Boa noite, Bia, adorei as tuas dicas. Uma dúvida: o preço que vc pagou pelo jantar foi para duas pessoas? Incluiu bebida? Grata,
    Lia

    • Reply
      Bia Kuntz
      11/04/2014 at 11:11

      Oi Lia,
      O preço foi pra duas pessoas sim, com tudo incluído – entrada, sobremesa, vinho e água.
      Bia

  • Reply
    05/04/2014 at 12:27

    Adorei as dicas, estava preocupada onde iria jantar dia 6 de maio quando chego a Lima agora já sei, ótimo post. Abç

    • Reply
      Bia Kuntz
      11/04/2014 at 10:54

      Que bom, Jo!!
      Tomara que você goste!
      Bia

      • Reply
        11/04/2014 at 11:24

        Olá Bia, vi no site que o restaurante fecha as 23h e meu vôo chega nesse horário em Lima,,vou ficar hospedada em miraflores, tem algum restaurante que atenda para jantar após as 23:30h ? obrigada

        • Reply
          Manu Tessinari
          14/04/2014 at 17:08

          Oi Jo, tudo bem?

          Então, quebrei minha cabeça aqui pensando mas não me vem nada. Sempre que saiu tarde pra jantar ou quero comer algo pós-cinema e tal, acabo não encontrando. Os restaurantes estão até abertos, mas atendendo só quem já está lá dentro. Acho que sua opção seria o Shopping Larcomar, que funciona até de madrugada porque tem teatros e boates. Lá tem ótimas opções de restaurantes, como o Tanta, e, se estiver tudo fechado, você vai encontrar pelo menos os fast foods abertos, como o Fridays, Mc Donalds ou Burger King. Vc vai chegar bem tarde ao hotel, na verdade, porque a imigração demora e o processo com as malas também. Considere que vai sair do aeroporto entre 1 e 1:30. Até chegar no hotel, 2:00. Este horário talvez nem os FF, melhor algo no hotel.

          abraços,
          Manu

  • Reply
    jose roberto
    05/04/2014 at 06:32

    bom dia

    uma perguntinha só, devo passar uns 30 dias no peru em julho, como estão as coisas depois deste terremoto no chile?

    grato

    jose roberto

    • Reply
      Bia Kuntz
      11/04/2014 at 10:52

      Bom dia Roberto,
      Olha, por aqui tudo normal. O terremoto foi sentido mais ao sul do país mas não houve sequer danos materiais, muito menos feridos (aqui no Peru). O Peru é um país bastante acostumado com os tremores de terra e desde que meu esposo mudou-se pra cá, há 4 anos, ouvimos dizer “esse ano terá um terremoto devastador”, mas até agora felizmente não houve nada.
      Os cuidados e a informação sobre o que se deve fazer em caso de terremotos são super importantes, mas além de informar-se não há muito o que fazer. Só torcer para que, caso haja um grande terremoto, seja sem vítimas.
      Fizemos um post com informações básicas sobre como agir em caso de terremotos: http://cupofthings.com/2013/10/08/terremotos-o-que-fazer/
      Boa viagem e aproveite!!
      Bia

  • Reply
    Alceu Macuco
    04/04/2014 at 21:08

    Olá, Bia,
    Conforme sugestão do Blog de vcs almoçamos lá na segunda, dia 31/03/2014, após passeio guiado, bem interessante, pelo sítio arqueológico. Comemos Lomo Saltado e Aji de Galinã. Ambos muito bons. Sem falar dos pãezinhos que são servidos quentinhos com uma manteiga deliciosa!
    Ah, fomos também ao Pescados Capitales, onde comemos um cheviche maravilhoso…..uma explosão de sabores! Obrigado pelas dicas.
    Abs.

    • Reply
      Manu Tessinari
      04/04/2014 at 22:37

      Você já está por aqui Alceu! Que bom q nossas dicas estão ajudando e sua opinião também é ótima, porque a gente pode ter ideia se vocês estão curtindo ao não os posts.

      Obrigada!

      Manu

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!