/>
11 Em Gastronomia/ Lima/ Peru

O império de Gastón Acurio

Acredito que hoje em dia, qualquer pessoa que venha ao Peru, ou que pesquise sobre esse país, chega de uma forma ou outra ao nome de Gastón Acurio. Hoje, aos 46 anos, ele é um dos grandes nomes da gastronomia mundial e sem dúvidas o maior agente promotor da culinária peruana aos olhos do mundo.

Peruano, formado pela Le Cordon Bleu de Paris, abriu seu primeiro restaurante juntamente com sua esposa, aqui em Lima no ano de 1994, o Astrid y Gastón – tem um post falando especialmente dele aqui. A meu ver, o grande diferencial do Gastón (meu brother ele né!? hehehehe) foi a sua percepção do tamanho da riqueza da culinária peruana, porque até então a comida peruana era vista por eles mesmos como comida de rua, coisa de gente simplória.

Foto: https://www.facebook.com/#!/gastonacurio

Foto: https://www.facebook.com/#!/gastonacurio

A partir do momento que ele decide desenvolver esse trabalho, incorporar em tudo isso os produtores agrícolas, os pescadores, ele não só cria mais oportunidades como ele trabalha a auto-estima de toda essa cadeia produtiva, gerando uma nação que se orgulha do que e de quem produz, entrega, processa, cozinha e come tudo isso. É fantástico, qualquer lugar que se vai aqui, do taxista à amiga da academia, todos perguntam: “E que comida peruana você gosta mais?”, “Já provou tal ou tal prato!?”. Aqui, culinária é um tema de conversa assim como futebol é no Brasil!

Foto: https://www.facebook.com/#!/gastonacurio

Foto: https://www.facebook.com/#!/gastonacurio

E nesse caminho todo, Gastón abriu nada menos do que 9 restaurantes no Peru, sendo que 5 deles estão presentes em diversas outras cidades do mundo. Eu, como boa anfitriã, dei um jeito de conhecer todos porque cada visita que vinha eu usava como desculpa pra conhecer algum que ainda estava inexplorado. Como boa de garfo que sou, gostei de todos e vou falar um pouquinho de cada um aqui pra vocês. Além do premiado Astrid y Gastón, outros lugares que você pode se deliciar com o selo Gastón Acurio de qualidade, são os seguintes:

La Mar Cebichería – Como qualquer cebichería, o foco são os peixes e frutos do mar. Abre diariamente somente para o almoço. Mas o que mais gosto desse restaurante não é apenas a comida, mas também o ambiente. Iluminado, acolhedor e muito agradável, quase sempre tocando MPB ao fundo. Está sempre cheio, então recomendo chegar cedo. A Manu já fez um post só sobre ela aqui.

lamar3

Panchita – É o restaurante com pratos típicos criollos e carne. Embora carne não seja muito a minha praia, as de lá são maravilhosas, e é um dos únicos lugares onde encontrei um buffet de salada que você pode comer com amor e sem medo de ser feliz! Os pratos peruanos todos também são muito bons, mas se prepare porque são enormes! Tranquilamente se pode dividir com mais alguém! Porque depois de comer os pãezinhos e mais uma entrada, é praticamente impossível comer um prato todo. Pra quem curte carne, ou quer provar coisas típicas, vale muito à pena a visita. Durante a semana é mais tranquilo, mas se for um fim de semana a reserva é imprescindível.

panchita

Madam Tusan – Eu não sabia até me mudar pra cá, mas o Peru tem uma colônia grande de chineses. Dessa forma, a culinária chinesa se misturou à culinária peruana e gerou o que aqui chamam de chifa. O Madam Tusan nada mais é do que o chifa do Gastón Acurio. Chifa aqui é sinônimo de muita comida e um quantidade considerável de fritura, e o Madam Tusan não é diferente. A comida é boa, mas esse é o único restaurante dele que não me ganhou. Não sei se é porque vamos pouco (o marido não curte muito esses sabores), mas meu coração não bate mais forte por ele. Mas pra quem tem interesse, não será um almoço desperdiçado.

Foto: http://madamtusan.pe/main/1/pe

Foto: http://madamtusan.pe/main/1/pe

Tanta – O Tanta pra mim é amor. Comida boa, preço justo, ambiente agradável, serviço idem. Do lado da minha casa tem um e os garçons já me conhecem de tanto que vou. É o restaurante executivo, aonde você vai pra almoçar com o pessoal do trabalho, mas ao contrário dos “quilos” aí no Brasil, o Tanta é uma experiência gastronômica. Sou muito tendenciosa pra falar dele, porque é definitivamente um dos meus favoritos. Então deixo vocês com o post que a Manu fez sobre ele, quem sabe o poder de persuasão dela é mais discreto que o meu!

tanta

Los Bachiche – Restaurante italiano. Delicioso. Não só as massas, mas também carnes e peixes que eles tem no cardápio. Inaugurado em 2012, é recomendável fazer reserva ou chegar cedo, porque sempre está cheio. Único pecado deles é o serviço, todas as vezes que fui teve alguma reclamaçãozinha – nada grave, tipo as bebidas chegarem depois do prato principal, mas é chato você ver que toda vez acontece alguma coisa sabe!? Mas nada que comprometa a felicidade de comer um tortellini de ricota con procciuto en salsa de champiñones.

Foto: https://www.facebook.com/losbachiche

Foto: https://www.facebook.com/losbachiche

Papachos – Hamburgueria. Na arte visual do restaurante eles descrevem: ‘tudo pode ser hamburguesável’. Tem os hambúrgueres clássicos, os vegetarianos com hambúrgueres de quinua, grão de bico, etc… Tem sanduíches vegetarianos ou não, saladas, sem contar os acompanhamentos – além de batata frita, batata cozida, anéis de cebola, vale muito à pena provar o camote frito. Não preciso falar que está mega lotado sempre!! Ele é vizinho do Los Bachiche e de outros dois restaurantes, mas aos domingos à noite somente ele abre, então está sempre full. Pra quem curte sanduíche recomendo de olhos fechados!

papachos

Chicha – Em Lima não temos o Chicha. Provei quando fui à Cusco, mas também existe um em Arequipa. A impressão que tive é que esse restaurante é um grande combinado dos melhores pratos de diversos outros restaurantes do Gastón. Eles têm pratos exclusivos, mas têm também pratos famosos, mas que já saíram do menu de alguns restaurantes daqui. Pra quem tiver em uma destas duas cidades e quiser comer muito bem, vá sem pestanejar.

foto: http://www.chicha.com.pe/

foto: http://www.chicha.com.pe/

Melate Chocolate – Por último, mas não menos importante, a chocolatería. Não provei muitas coisas de lá, mas o que provei gostei – besos, tipo a nossa “nhá-benta”, e a barra de chocolate ao leite. É uma chocolatería gourmet, e como tal, apresenta sabores inusitados. A única loja física que conheço é a do Joquey Plaza, mas você encontra esse chocolate pra vender também nos restaurantes do Gastón e em alguns supermercados daqui. Ótima opção pra levar de presente!

Foto: https://www.facebook.com/chocolateMELATE

Foto: https://www.facebook.com/chocolateMELATE

Bom, como vocês podem ver, Gastón Acurio tem restaurantes pra todos os gostos! Só escolher e provar!

 

Talvez você também goste

11 Comentário

  • Reply
    Central Restaurante, um espetáculo gastronômico. - Cup of Things
    18/03/2015 at 22:07

    […] seu trabalho sobre o reconhecimento e valorização da cadeia de produção (falei sobre isso aqui e […]

  • Reply
    Top 4 lanchonetes de Lima - Cup of Things
    31/10/2014 at 17:47

    […] Já falei mais de uma vez da maravilhosa hamburgueria do Gastón Acurio. A partir do tema “tudo é hamburguesável”, ele transforma os mais diferentes […]

  • Reply
    lizandra
    07/10/2014 at 11:54

    manu, eu queria saber se em lima, cusco tem um “petisco” ? algum prato simples de origem peruana que der pra comer de maneira rápida e que der pra gente fazer pra um trabalho de escola.

    • Reply
      Manu Tessinari
      07/10/2014 at 16:00

      Lizandra,

      A comida limeña é diferente da comida serrana (cusco), já que em Lima se encontra coisas de todas as regiões do país. Se dá pra fazer ou não para a escola, não saberia te dizer, mas aqui ceviche pode ser um petisco, “causa”, “yuquita rellena”, “choritos a la chalaça” e “empanaditas”. Procure na internet “piqueos peruanos” e/ou os nomes que escrevi aqui para encontrar as receitas.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Hotéis em Miraflores - Cup of Things
    11/09/2014 at 15:20

    […] do hotel, estão 4 outros restaurantes excelentes: Los Bachiche (restaurante de massa do Gastón Acurio), Papacho’s (sanduíches, do mesmo renomado chef), Amaz (especializado em culinária da […]

  • Reply
    Tereza Raquel
    07/06/2014 at 11:13

    Manu, sou eu novamente.. rsrsrs Desculpe pelas consultas.. Depois que te perguntei sobre o cardápio do La Mar( o meu marido não gosta de peixe e frutos do mar, mala), eu me lembrei de verificar no site e já vi que tem prato de carne! Seguindo suas dicas, já fiz minha reserva no Huaca Puclana na terraza. Outro que eu estou tentando reservar é o Chicha de Cusco, porém nesse cardápio eu não achei pratos de carne bovina, vc sabe se tem? Em Lima, ainda vou ao Panchita para almoço, seria numa segunda feira, acha que consigo sem reserva? Tem sugestão para Aguas Calientes e Vale Sagrado? rsrsrs Paracas acho que tem que ser no Hotel mesmo.. Vi seu post mas vou ficar no DoubleTree Guest Suites Paracas, espero que seja tão bom qt o que vc ficou! Sou fã do Gaston!

    • Reply
      Bia Kuntz
      09/06/2014 at 20:39

      Oi Tereza!
      Eles andaram mudando a carta do Chicha mesmo, mas pelo que vi eles tem um pastel de choclo (uma torta de milho peruano) recheado com carne, tem o Lomo Saltado (dica: a maioria dos restaurantes aqui tem Lomo saltado, que nada mais é do que um picadinho de filé mignon acompanhado de arroz e batatas fritas) e tem uma Carrillera, que imagino que seja de carne de boi. Seu marido não come cordeiro nem porco? Eles têm bastante pratos com essas duas carnes também, mas acho que ele se garante no Lomo Saltado.
      Acho que você consegue almoçar tranquilo no Panchita na segunda sim, mas recomendo que chegue até 13:30, já que o povo aqui almoça mais tarde, chegando nesse horário é mais garantido que vocês não precisem esperar.
      Em Aguas Calientes fui a dois restaurantes: o ‘The tree house’ e o ‘indio feliz’. Gostei dos dois. O primeiro é mais gourmet, o clima delicioso, fomos jantar eu e o marido e foi super romântico. Já o segundo acho que é mais pra almoço, simplesmente pelo fato de vir muita comida – os pratos são bastante generosos, assim como as entradas.
      Com certeza o Double Tree de Paracas também é excelente e vocês terão uma estadia ótima.
      Espero que vocês aproveitem muito essa viagem!
      Um abraço,
      Bia.

      • Reply
        Tereza Raquel
        10/06/2014 at 21:14

        Tudo anotado! Mt obrigada!

  • Reply
    5 Comidas (deliciosas) Típicas do Peru - Cup of Things
    02/04/2014 at 20:19

    […] Que nós aqui do Cup somos amantes da culinária peruana vocês já sabem, né!? Na real, acho que não tem como vir pra cá, e muito menos viver aqui e não se apaixonar pela comida local e pelo ‘amor’ que eles têm à ela (já falamos um pouco desse ‘amor’ aqui). […]

  • Reply
    Luciana Betenson
    13/12/2013 at 11:33

    Muito legal, Bia! admiro o Gastón e acredito que ele fez de fato a diferença na tradição gastronômica do Peru. Ainda preciso voltar e provar todos os seus restaurantes. Para mim, o Astrid & Gastón ganhou do Central. Adorei. Beijos,

    • Reply
      Manu Tessinari
      13/12/2013 at 15:41

      Volte sempre, sempre, sempre Lu! A gente vive te esperando…

      bjs
      Manu

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!