/>
0 Em Acomodação/ Cultura/ Destaques/ Ica/ Passeios/ Peru

Ica, diversão no oásis peruano

Ica é a capital do departamento de mesmo nome onde estão localizadas atrações como a Reserva Nacional de Paracas, as Linhas de Nasca, os principais vinhedos do país e o Deserto e Oásis de Huacachina. Por essa razão, a região desperta grande interesse nos turistas que desejam conhecer lugares além do circuito turístico Lima – Cusco.

Localizada a cinco horas de carro de Lima – transporte privado ou ônibus -, a cidade de Ica tem como principal atração o deserto e oásis de Huacachina, uma lagoa rodeada por palmeiras em pleno deserto peruano onde os turistas aproveitam para fazer sandboard e passeios de buggy. Embora dê para fazer um bate-volta no mesmo dia, é mais produtivo e menos cansativo dedicar um pouco de tempo à região e programar uma estadia de 2 a 3 dias. Dessa forma se pode conhecer tudo com tranquilidade e sem ser extremamente cansativo.

Oásis de Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Oásis de Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Os passeios de buggy e sandboard podem ser feitos com agências de viagem ou diretamente no local, caso esse último seja sua opção, ao chegar em Ica, siga as placas de Huacachina e logo irá ver uma imensidão de buggys como se fossem táxis, oferecendo os passeios, você escolhe um carro/motorista e paga diretamente para ele. Em média, o preço é S/. 35,00 por pessoa e o passeio dura 50 minutos. Não recomendamos levar crianças muito pequenas porque é realmente rápido e pode ser perigoso para eles, no mais, passe muito protetor solar – não se esqueça que estará no deserto! – e cuidado com os óculos e bonés que podem voar durante o passeio. Para os que quiserem fazer sandboard, os próprios bugueiros (existe essa palavra?) levam os turistas para alugar as pranchas em lojas especializadas.

Deserto de Huacachina. Foto: limalimon_peru

Deserto de Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Em Ica, é possível se hospedar no arredores da cidade, em hotéis resort como o Las Dunas, ideal para famílias com ótima infra estrutura para os pequenos, ou o Villa Jazmin, um pouco mais intimista mas igualmente bom. À beira da lagoa Huacachina, próximo ao centro de Ica, existem diversos hotéis e hostals, a maioria deles mais simples, vale buscar indicações em sites como Booking ou Tripadvisor para escolher hospedagem.

Sandboard em Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Sandboard em Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Além de aventuras no deserto, Ica também possui alguns vinhedos, inclusive um dos mais tradicionais produtores nacionais, as Viñas Queirolo que abriga também um hotel. É possível hospedar-se ali, literalmente, no meio do vinhedo, degustar as bebidas produzidas por eles e fazer um tour entre as vinhas onde vemos um pouco mais sobre a produção local. O hotel conta também com uma programação infantil como cursos de culinária para os pequenos e uma gincana que passa pelas parreiras.

Lagoa Huacachina. Foto: @limalimon_peru

Lagoa Huacachina. Foto: @limalimon_peru

A 2h30 de carro está Nasca, famosa pelos seus geóglifos que só podem ser vistos completamente do alto de um avião. É possível percorrer as 2h30 de carro até lá e depois tomar um avião para fazer o passeio ou, menos cansativo porém um pouco mais caro, tomar o avião direto de Ica. Necessariamente, você terá de recorrer a uma agência de viagem se quiser conhecer as Linhas de Nasca, em Ica temos boas indicações das agências Huacachina e Huacachina Tours. Ambas prestam serviços em Ica, Nasca, Paracas e também em Lima (transfers e grupos privados que levam turistas da capital até as atrações na região de Ica).

Linhas de Nasca - Colibri. Foto: Manuel Medir, PROMPERÚ.

Linhas de Nasca – Colibri. Foto: Manuel Medir, PROMPERÚ.

Paracas também está próximo e abriga a Reserva Nacional de Paracas, berço de imensa variedade de fauna e flora, onde é possível encontrar animais como leões marinhos, pinguins de humbolt, golfinhos, pelicanos e flamingos. O mais indicado para quem quiser conhecer toda essa região é escolher uma entre as três cidades – Ica, Nasca ou Paracas – para servir de base e, a partir daí, definir o roteiro dos passeios que você quer fazer.

Hotel Paracas, Peru

Baía de Paracas

Dentre as três, a melhor estrutura para hospedagem é, sem dúvidas, de Paracas, com hotéis e resorts de luxo que oferecem atendimento (a.k.a.: wi-fi que fuciona, ar condicionado, TV a cabo e serviço hoteleiro) impecável. Contamos um pouco sobre Paracas nesse post, a Manu foi com a família e eu fui sozinha com o marido, ambas as experiências foram positivas no Hotel Paracas Luxury Collection. Outros dois excelentes hotéis são o Double Tree Resort by Hilton e o La Hacienda.
Opções não faltam para quem quiser conhecer Ica e região. Que tal colocar mais esse destino no seu roteiro pro Peru?!

**Esse post foi feito em colaboração com a nossa querida e aventureira amiga Chris, do insta @limalimon_peru, ela é designer, também mora aqui em Lima e tem um olhar lindo para as coisas que o Peru oferece – sigam já!! Todas as fotos e relatos de Huacachina são dela! Obrigada, Chris!! 😉

Talvez você também goste

Sem Comentários

Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!