48 Em Cusco/ Peru

Como chegar a Machu Picchu

Vista geral Machu Picchu

Pra mim nunca foi óbvio a forma como chegar a Machu Picchu até eu vir morar aqui. Acho que nunca tinha parado pra pensar nisso na verdade, até o dia em que minhas visitas chegaram com programação de ir pra lá. E pelas diversas perguntas que recebemos no blog pensamos que um post explicando toda essa logística seria bastante útil.

Paisagens lindas no caminho a Aguas Calientes

Paisagens lindas no caminho a Aguas Calientes

Machu Picchu está localizado na província de Cusco, cuja capital é a cidade de Cusco. Já falamos no post das informações básicas sobre Cusco a respeito das maneiras como chegar saindo de Lima. De Cusco é necessário ir até a cidade de Aguas Calientes (ou também chamada Machu Picchu pueblo), que fica ao pé de Machu Picchu. A maneira mais comum de percorrer esse trecho é via trem. Tanto eu quanto a Manu, como a maioria das pessoas que conhecemos que já fizeram essa viagem, usaram a companhia de trem Peru Rail.

Percurso feito pelos trens da Peru Rail, que legal os passageiros de Cusco a Aguas Calientes.

Percurso feito pelos trens da Peru Rail, que leva os passageiros de Cusco a Aguas Calientes.

TREM CUSCO – AGUAS CALIENTES
Tradicionalmente os trens da Peru Rail saem desde da estação de Poroy, que fica a 11km da cidade de Cusco… Masssss, por enquanto eles estão usando o sistema bimodal ônibus + trem. As chuvas de verão comprometem um pouco as condições da ferrovia em alguns trechos, então o sistema bimodal tem sido a alternativa mais viável tanto para a companhia como para os clientes. Teoricamente esse sistema é usado só durante o período de chuvas mas, ano passado fui em julho e o sistema bimodal ainda estava vigente.
Tomamos um ônibus da própria empresa na estação de Wanchaq, que está super perto do centro de Cusco, em direção a estação de Pachar, que está entre Urubamba e Ollantaytambo. Dali seguimos de trem até Aguas Calientes. A viagem se torna um pouquinho mais longa, mas nada que atrapalhe. A beleza das paisagens no caminho é impressionante.
É possível comprar a passagem via internet no site da Peru Rail, ali mesmo eles informam sobre o sistema bimodal e você escolhe sua passagem em qualquer dos trens (desde os super luxuosos aos comuns, todos percorrem o mesmo trecho e no mesmo período de tempo). O site funciona super bem e fazer sua compra por ali é bastante tranquilo. É possível também comprar a passagem de trem aqui em Lima em qualquer dos pontos de venda da Peru Rail espalhados pela cidade, mas o mais seguro é comprar com antecedência pra garantir seu lugar.
Existem outras empresas que fazem esse trecho Cusco – Aguas Calientes, mas não as conhecemos portanto não podemos falar do serviço, preço ou condições da viagem.
Pra quem pretende chegar em Machu Picchu por meio da trilha Inca, o número de visitantes é limitado e só é possível percorre-la com a presença de um guia. No site oficial de Machu Picchu há uma lista das agências autorizadas a fazer essa trilha (dentro do site basta entrar em “consultas” e depois “agencias”).

IMG_4041

CHEGANDO EM AGUAS CALIENTES
Se na sua viagem você se programou pra dormir em Aguas Calientes você terá que chegar e ir ao hotel fazer seu check-in, certo?! Então o que eu te recomendo é o seguinte: leve o mínimo de bagagem possível. Não mais que uma mochila. Sei que isso parece lógico mas vi muita gente na estação passando sufoco com as malas de rodinhas. Digo isso porque na cidade não circulam carros e temos que ir caminhando até o hotel. Além disso as ruas são em sua maioria ladeiras formadas de paralelepípedo. Tudo é perto então não precisa se assustar, mas levar uma mala grande ou difícil de carregar não é a melhor alternativa pra quem terá que caminhar um pouco (e na altitude) com ela.
Obrigatoriamente ao sair da estação de trem caímos dentro de um mercado de artesanato. As coisas são lindas, mas andar por ali pra quem é desorientada como eu, é um pouco complicado. Por sorte havia uma pessoa do hotel em que ficaríamos hospedados nos esperando, de forma que conseguimos aprender (ou melhor, o marido aprendeu) como sair dali. Mas mesmo que você não tenha ninguém à sua espera, basta perguntar como chegar ao seu hotel ou aonde pegar o ônibus até Machu Picchu, as pessoas são super amáveis, solícitas e estão acostumadas com os estrangeiros ‘perdidos’ por ali.
De Aguas Calientes até Machu Picchu temos que tomar um ônibus, o trajeto é feito por um empresa especializada, a Consettur. A passagem pra esse ônibus pode ser comprada com antecedência no escritório deles em Cusco ou então nos postos de venda em Aguas Calientes mesmo.  Ao lado da estação de trem de Aguas Calientes está localizado o ponto do ônibus e uma filial da Consettur. A passagem é válida por três dias contando a data da compra, mas pode ser usada somente uma vez. É uma passagem única pra qualquer hora do dia, você vai para fila do ônibus a hora que quiser subir até Machu Picchu e a mesma coisa na volta. O trajeto é bastante sinuoso e dura cerca de 15 minutos.

Vista geral Machu Picchu

INGRESSO AO SÍTIO ARQUEOLÓGICO DE MACHU PICCHU
Quando fomos, compramos o ingresso a Machu Picchu no posto de vendas em Aguas Calientes, como íamos dormir lá e ir a Machu Picchu no dia seguinte, conseguimos compra-los tranquilamente no dia anterior. Mas pra quem vai fazer bate-volta Cusco – Machu Picchu – Cusco, o mais recomendado é comprar o ingresso ao parque com antecedência. A única maneira de se fazer isso é pelo site oficial de Machu Picchu, porém ele tem dado alguns problemas com o sistema de compras online e muita gente não conseguiu comprar os ingressos por ali. Caso isso aconteça com você, a Lu Malheiros do Dividindo a Bagagem fez um post ótimo falando de diversas formas como comprar o ingresso para Machu Picchu. Como eu comprei os meus em Aguas Calientes e a Manu comprou os dela sem problemas pela internet, acho que esse post da Lu pode ajudar demais quem estiver com problemas pra compra-los.
Lembrando que quem quiser fazer a escalada ao Huayna Picchu (essa montanha maior que vemos nas fotos clássicas de Machu Picchu) tem de comprar um ingresso especial, que inclui essa trilha. Recomendamos comprar com antecedência já que é necessário todo um cadastro pois existe um controle de cada pessoa que entra e sai de lá, além de recomendações como: fazer a trilha com um guia que conheça bem o local e estar atento aos horários – se alguém não volta em xx horas (não sei dizer exatamente quantas, mas com certeza um número além do esperado) eles mandam uma equipe de busca!

No mais, respire fundo, não esqueça da sua garrafinha de água, o filtro solar no rosto e aproveite esse lugar que é mais do que especial!

Talvez você também goste

48 Comentário

  • Reply
    Wagner Moreira
    03/03/2016 at 21:36

    É certo seguir vocês neste blog a partir de agora! 3, 2, 1 já! rsrs Obrigado pelas fantásticas dicas, acredito encontrar aqui o que eu não encontrei nos sites de agências de viagens. Vocês são feras! (feras = muito bacanas)

    • Reply
      Bia Kuntz
      18/03/2016 at 14:47

      Obrigada, Wagner!!
      Ficamos muito felizes em poder ajudar no planejamento da sua viagem.
      Grande abraço

  • Reply
    Bruna Vasconcelos
    21/05/2015 at 08:28

    Oi,
    Queria saber se vocês tem alguma recomendação de hotel/hostel em Aguas Calientes!
    Brigada

    • Reply
      Manu Tessinari
      09/06/2015 at 11:15

      Oi Bruna,

      Temos indicações no post aqui.

      abracos,
      MAnu

  • Reply
    Juçara Dias
    17/03/2015 at 21:16

    Estou com dificuldades para adquirir a passagem de trem!! Vc poderia ajudar. Obriagada

    • Reply
      Bia Kuntz
      18/03/2015 at 11:30

      Olá Juçara,
      Você tentou fazer a compra pelo site da Peru Rail, certo?!
      Eles estão com o serviço bimodal – ônibus e trem – até o final de abril, devido as condições de parte da ferrovia dadas as chuvas dessa época. É só você olhar as opções que estão abaixo de onde diz “bimodal service” que são dentre essas que você deve escolher. Será necessário tomar um táxi do seu hotel até a estação de Wanchaq, da onde estão saindo os ônibus. De lá, usando o seu ticket da Peru Rail, você seguirá de ônibus até a estação de Pachar, na estação de Pachar você irá tomar o trem que te levará até Aguas Calientes, tudo com o mesmo ticket.
      E na volta mesma coisa: a passagem da volta te levará de trem de Aguas Calientes até Pachar, e ônibus de Pachar até Wanchaq, mas tudo com o mesmo ticket da Peru Rail. Não é necessário comprar uma passagem pro ônibus e outra pro trem, a Peru Rail oferece todo o trajeto (ônibus + trem) em uma única passagem.
      Espero que dê certo.
      Abraço,
      Bia.

  • Reply
    Bruna Vasconcelos
    02/02/2015 at 22:05

    Olá,
    Então, estou planejando ir a Cusco e Machu Picchu agora em Julho. Queria te perguntar se você acha que fica muito apertado fazer o trajeto saindo de Cusco e voltando no mesmo dia? Você recomendaria dormir em Aguas Calientes?
    Brigadão!

    • Reply
      Bia Kuntz
      05/02/2015 at 11:23

      Oi Bruna!
      Dá sim! Nesse post que a Manu fez, ela conta sobre o bate volta que eles fizeram de Cuzco a Machu Picchu.
      Dá uma olhadinha, acho que pode te ajudar: http://cupofthings.com/2013/06/10/cusco-machu-picchu/
      Abraço

      • Reply
        Gustavo
        05/02/2015 at 12:20

        Oi, Bia e Bruna! Estive em Cusco em janeiro passado. Antes de viajar, ‘bebi’ bastante aqui no blog para me inteirar do País. Fiquei 5 dias em Lima e 7 em Cusco. Cusco tem muita coisa pra ver. Cusco ‘é muito além’ de Machu Picchu. Portanto se você não for ficar tanto tempo assim na cidade, vale a pena o ‘bate e volta’. É cansativo, mas vale a pena. De Cusco para Machu Picchu, incluindo ônibus e trem, dura 3hs e meia. O Peru é show de bola… pena esse mundão ter tanto o que ver, se não, eu voltaria. Abraço, Bruna… Desculpa a intromissão, Bia!!

        • Reply
          Bia Kuntz
          05/02/2015 at 13:17

          Gustavo, você tem toda razão!!
          Cuzco tem muito mesmo pra se ver!
          Precisa pedir desculpa não, a gente adora quando vocês contam as experiências das viagens por aqui!!
          Um abraço!!

  • Reply
    Dani Henrique
    30/11/2014 at 02:03

    Olá Manu, tudo bem?

    Irei viajar para Lima em janeiro. E estou com o coração apertado porque não será possível ir a Machu Picchu.
    É possível fazer um bate volta de Lima a Machu Picchu? Porque só consigo ir se for dessa forma…

    Muito obrigada.

    Bjs.

    • Reply
      Manu Tessinari
      30/11/2014 at 18:26

      Oi Dani,

      Dá pra fazer sim, vai pra Cusco em um dia, sobe cedo para MP no outro dia e tenta pegar algum voo no final da tarde pra Lima. É apertado e arriscado, principalmente em Janeiro por causa das chuvas. O mínimo seria ir um dia, segundo dia MP, terceiro dia voltar. Escrevi um texto sobre isto:

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Ilca
    05/11/2014 at 06:19

    Muitas dúvidas quanto a MP. Estou indo pro Peru dia 19/11. Vou fazer Lima, Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu.
    Quanta agua preciso levar pro passeio a MP? 1 litro é suficiente? Onde é o melhor comprar, em aguas calientes mesmo ou já levo de Cusco? Qual melhor calçado pra fazer MP? Um tênis é suficiente ou precisa ser uma botinha mais reforçada (são pedras soltas e pontudas)? Lanche: bolachinhas pra levar?
    Como anda o tempo por ai nesses últimos dias? Queria comprar uma capa de chuva pra levar pra MP… será que encontro alguma BBB em Lima?
    Estou devorando teu blog e amando!!! Muito obrigada por todas as dicas.
    Grande abraço

  • Reply
    Gustavo
    08/10/2014 at 09:16

    Olá, Manu!
    Redundante dizer que seu blog é excelente e muito me ajudou a montar meu roteiro de viagem. Mas faço ‘coro’: obrigado.
    Vamos em família no próximo janeiro a Lima e Cusco. Sei que tem uma lista de agências em Cusco que fazem receptivo e levam a Machu Picchu. Mas você poderia me indicar alguma que reconheça como ‘melhor’, e pegue/deixe no hotel? Desde já agradecido!!

    • Reply
      Manu Tessinari
      13/10/2014 at 17:48

      Oi Gustavo,

      Eu fiz tudo por conta própria, mas indico agências que amigos já usaram e aprovaram. Pumas Trek Peru http://www.pumastrekperu.com deve te atender do jeito que deseja.

      Abraços,
      Manu

      • Reply
        Gustavo
        14/10/2014 at 06:11

        Obrigado, Manu, vou dar uma olhada e tentar ‘fechar’ alguma coisa com eles!! Abraço.

  • Reply
    Carlos Alberto
    21/09/2014 at 18:54

    Oi manu, comprei os ingressos do trem pela internet e recebi um voucher via e-mail. Gostaria de saber se preciso trocar esse voucher por algum ticket. O mesmo aconteceu com as entradas para machu picchu.. preciso troca-las tbm? Obrigado

    • Reply
      Manu Tessinari
      25/09/2014 at 21:27

      Oi Carlos Alberto,

      Até onde sei ( e fiz) só precisa imprimir os voucher e apresentar no local. É super descomplicado, não se preocupe.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    walma vilela
    18/09/2014 at 10:34

    Que dicas boas Carla!!! Você tem o contato do guia privado para Ollamtaytambo?
    Parabéns pelo blog Manu,excelente!! Talvez você possa me dar esta informação.
    Obrigada
    Walma Vilela

  • Reply
    Jader Magri
    16/09/2014 at 21:21

    Manu, você saberia me dizer se eles exigem o passaporte pra estrangeiro entrar em Machu Picchu ou somente com nossa identidade (RG, no caso), eu não teria nenhum problema?

    • Reply
      Bia Kuntz
      16/09/2014 at 22:29

      Oi Jader,
      Eles não exigem nenhum documento não pra entrar em Machu Picchu. Eu mesma só levei o passaporte porque queria o carimbo de Machu Picchu nele (que nós mesmos colocamos ao final do passeio).
      Pra comprar o ticket pra Machu Picchu, no ponto de venda de Aguas Calientes, eles pedem um documento com foto, mas daí você apresenta o documento que usou para entrar no país.
      um abraço,
      Bia

      • Reply
        Jader Magri
        17/09/2014 at 17:25

        Muito obrigado, Bia 🙂 – Então você acha que eu conseguiria comprar ingresso pra Machu Picchu em Agua Calientes no mesmo dia? Ou é arriscado não ter? Porque acho que seria mais prático do que comprar no site do governo peruano.

        • Reply
          Bia Kuntz
          17/09/2014 at 21:54

          Oi Jader,
          Olha, quando eu fui, comprei o ingresso em Aguas Calientes. Dormimos uma noite lá, então na tarde que chegamos, deixamos as coisas no hotel e fomos direto comprar as entradas e o ônibus pra Machu Picchu, pro dia seguinte. Não tive problema algum em conseguir nenhum dos dois. E olha que fui num final de semana do mês de julho. Masss…. essa foi a minha experiência, não sei se dei sorte ou se isso é comum. O que quero dizer é que, caso não consiga comprar pelo site, existe essa possibilidade. Mas não tem como garantir que irá encontrar ingresso se deixar pra comprar em Aguas Calientes, existe sempre um risco,e aí você tem que pesar se vale.
          Um abraço,
          Bia

  • Reply
    Naira Lúcia Borges
    01/09/2014 at 19:57

    Olá Manual! Estou indo ao Peru em outubro com duas amigas. Queremos dica de Hotel em Aguas Calientes. Grande abraço. Naira

  • Reply
    Cinthya
    15/08/2014 at 08:01

    Olá gente! Meu nome é Cinthya. Gostei muito do blog! Queria saber a opinião sincera de vocês… Vcs acham viavél realizar a ida a Machu Picchu com uma criança de 1a e 6 meses? Minha ideia seria de ir e voltar no mesmo dia (Cusco -MP-Cusco). O que acham?

    • Reply
      Manu Tessinari
      28/08/2014 at 11:59

      Oi Cinthya, tudo bem?

      Olha, meu pediatra aqui sempre fala que as crianças se adaptam melhor que os adultos. Eu não poderia dizer sobre seu filho, mas posso de dar parâmetros para que você analise melhor. Primeiro depende da época que você vai, se está muito frio por lá. Depende se seu filho é saudável. Cusco é mais alto que MP, então se ele se sentir mal será em Cusco. Muita agua, comidas leves, levar um soro para hidratar o nariz e observar seu filho é o que indicam. Se perceber que ele está mais sonolento que o normal, mais quieto que o normal, aí ele pode estar sentindo a altura. MP é tranquilo, tem que saber quem vai carregá-lo já que é impossível usar carrinho. Dificil será para quem estiver com ele no canguru. Indico também levar aquelas mochilinhas que tem a corda pra mãe segurar, pois se você deixar ele caminhar em MP, como tem áreas íngremes, pode ser perigoso. Bom, eu, com minhas filhas, iria.

      Abraços e boa sorte na escolha.

      MAnu

  • Reply
    planejandoaviagem
    11/08/2014 at 16:46

    Oi Manu, sou mais uma que está planejando uma viagem ao Peru e que está encantada não só com o país mas também com teu blog também! Parabens! Uma perguntinha rápida: quanto tempo se gasta em Macchu Picchu? Estou planejando o horário de ida e volta a Aguas Calientes e não sei se fico 1 ou 2 noites por lá. A ideia é chegar um dia antes e visitar MP no segundo porém confesso que quero aproveitar ao máximo e sem risco de perder o trem de volta a Cuzco. Obrigada

    • Reply
      Manu Tessinari
      12/08/2014 at 11:46

      Oi! Vc não disse seu nome! rs Bom, fico muito feliz que você esteja curtindo o blog. O tempo em MP depende de vc. O tour guiado dura máximo 3h, mas depois que acaba você pode continuar no parque, revisitar os pontos que mais gostou, sentar e curtir o clima local. Para você ter uma ideia, fiz um bate e volta de Cusco. Sai do trem da manha (tipo 6h 7h) cheguei em Aguas Calientes, fui a MP, fiz o tour e curti ainda um pouco, voltei a Aguas Calientes, almocei, passeei pela cidade, visitei o mercado e ainda fiquei esperando meu trem das 19h. Tempo mais que suficiente. Se quiser ver MP vazio, durma em AC e vai para MP antes que o primeiro trem de Cusco chegue. É uma experiência linda! Ainda tem os outros picos para conhecer como o Huayna Picchu. Pode ficar tranquila, que não consegue perder o trem não…

      beijos!
      Manu

  • Reply
    djalmo sanzi souza
    21/07/2014 at 21:31

    Olá Manu. O site e as dicas são ótimos. Podes me orientar no seguinte:
    1) Quantos dias recomendas ficar em Cuzco para visitar Machu Pichu?
    2) Em Lima, nos hotéis há facilidade de comprar-se pacotes para Machu Pichu? Conheces alguma operadora que possas indicar;
    3) Além de Lima e Cuzco há outras cidades interessante para se visitar no Perú.
    Desde já te agradeço a atenção. Um abraço
    Djalmo Souza
    Porto Alegre

    • Reply
      Bia Kuntz
      01/08/2014 at 02:43

      Oi Djalmo,
      Obrigada. Vamos às suas respostas:
      1) Cusco é uma cidade com muita coisa pra se ver. Quantos dias você ficar lá terá programação na cidade ou seus arredores. Não têm um máximo de dias pra se hospedar, afinal isso vai de acordo com a disponibilidade de cada um. Mas o ideal, se você tiver tempo e quiser fazer tudo com tranquilidade, é dedicar ao menos 5 dias pra Cusco e Machu Picchu. Acho esse um tempo mais do que suficiente pra conseguir se acostumar com a altitude, aproveitar e desbravar a cidade de Cusco, dormir em Aguas Calientes uma noite na visita até Machu Picchu e retornar com tranquilidade. Só pra constar, o mínimo possível de dias ali, na minha opinião, são 3 dias. Menos que isso será uma correria sem tamanho, e muita coisa importante fica de fora do roteiro.
      2) Sim, é bem comum que os hotéis indiquem agências ou lugares pra organizar seus passeios. Mas o mais comum é que as pessoas venham já com isso programado. Se deixar pra decidir aqui, em cima da hora, sai muito mais caro.
      3) O Peru é um país super rico em lugares interessantes pra se visitar. Na aba verdinha do blog, onde diz ‘Peru’, basta clicar e ali temos links pra outros destinos que já postamos aqui. Arequipa, Puno, Huaraz, Iquitos, Chicama, Trujillo… ishi, tem lugar demais! Alguns jáestão aqui, outros ainda precisamos visitar e contar pra vocês.
      Um abraço,
      Bia

  • Reply
    Michele
    16/06/2014 at 20:39

    Olá! Viajo para o Peru semana que vem e passarei por Machu Picchu. Tentei algumas vezes acessar o site do governo mas ele não carrega. Outro site que consegui acessar (http://ingressomachupicchu.com/?gclid=CIvu3O7i_74CFQIT7AoddFcAkQ) cobra um custo muito alto pela taxa de serviço. Existe algum outro site que venda por um valor mais em conta? Obrigada!

    • Reply
      Bia Kuntz
      20/06/2014 at 16:30

      Oi Michele,
      Olha, as únicas formas de comprar que conhecemos são as que estão no post.
      Você clicou no link que colocamos com as dicas da Lu Malheiros? Nos comentários do post dela alguns leitores comentaram como compraram o ingresso de outra forma. Vários deles indicaram uma agência aqui, dê uma olhada lá. Quem sabe te ajuda.
      Vou torcer pra dar tudo certo!
      Abraço,
      Bia

  • Reply
    Álisson Coelho
    10/06/2014 at 15:12

    Antes de mais nada, parabéns e muito obrigado pelo blog. Está me ajudando demais!
    Vou para Lima a um congresso em agosto, e quero ficar uns três dias em Cuzco. Minha ideia é fazer tudo sozinho, sem guia, e ficando em hostel, já que a grana está curta.
    Minha dúvida é se consigo fazer a trilha até Huayna Picchu sem guia. Consigo?

    Abraços!

    • Reply
      Bia Kuntz
      20/06/2014 at 16:20

      Oi Alisson
      Olha, nem eu nem a Manu fizemos a trilha de Huayna Picchu, então não sabemos te falar por experiência própria.
      Não sei se você leu o comentário da Carla, aqui nesse mesmo post, mas ela diz que a trilha é bem pesada. A equipe do parque arqueológico recomenda que se faça a trilha com guia, mas até onde eu sei, não é obrigatório. Então você pode sim, fazer a trilha sozinho.
      Lembrando que existe um ingresso específico que permite a entrada a Huayna Picchu, e você pode comprá-lo no site oficial.
      Só tome cuidado, leve água e algo pra comer. E boa sorte!

  • Reply
    Jéssica
    20/05/2014 at 13:50

    Olá.. Conheci seu blog hoje e ja estou adorando.. Sou doida pra conhecer Machu Picchu!

    Queria saber qual o idioma falado de lá

    • Reply
      Manu Tessinari
      06/06/2014 at 22:23

      Oi Jessica,

      Que bom que está curtindo o blog! Em Machu Picchu, como em todo o Peru, fala-se o espanhol. Alguns lugares também falam o dialeto Quechua, mas o espanhol todo mundo entende.

      Manu

  • Reply
    Tatiana
    15/05/2014 at 16:50

    Olá!
    vou a Cuzco final de maio e queria saber se vcs tem alguma indicação de hospedagem em Aguas Calientes!
    Bjs!
    Dadi

    • Reply
      Manu Tessinari
      15/05/2014 at 21:36

      Oi Tatiana,

      Acredito que você esteja viajando com a Elaine, que me escreveu semana passada. Respondi agora e segue a mesma resposta, ok?

      Tenho duas indicações:

      La Cabana
      Puma’s Inn Hotel

      O primeiro é mais caro e mais arrumado. O segundo é mais simples, mas minha irmã disse que é super tranquilo, limpo, pessoal educado, café da manhã simples, mas bom. A única ressalva é que as 4:30 é uma agitação só,já que todo mundo acorda cedo para ver o nascer do sol em MP. Isto, no entanto, deve ocorrer em todos os hotéis, né?

      Agradeceríamos se fizesse a reserva através do nosso blog, assim vocês pagam exatamente o mesmo valor no booking, mas a gente ganha uma comissão.

      Obrigada.

      Manu

      • Reply
        Tatiana
        16/05/2014 at 09:00

        Oi Manu!
        Obrigada pela resposta!
        Não estou viajando com a Elaine não!(oi, Elaine! fiquei curiosa!srrsrs)
        Vou pesquisar as dicas através do blog!
        Bjs!
        Dadi

  • Reply
    Elaine
    07/05/2014 at 08:00

    Olá Bia, parabéns pelo site. Estamos planejando viajar no final de maio e gostaria de saber qual hotel vocês ficaram em Aguas Calientes? Obrigada.

    • Reply
      Manu Tessinari
      15/05/2014 at 21:34

      Desculpa a demora Elaine, mas eu nunca dormi em Águas Calientes e a Bia está viajando, então não tinha a informação muito fácil…

      Tenho duas indicações:

      La Cabana
      Puma’s Inn Hotel

      O primeiro é mais caro e mais arrumado. O segundo é mais simples, mas minha irmã disse que é super tranquilo, limpo, pessoal educado, café da manhã simples, mas bom. A única ressalva é que as 4:30 é uma agitação só,já que todo mundo acorda cedo para ver o nascer do sol em MP. Isto, no entanto, deve ocorrer em todos os hotéis, né?

      Agradeceríamos se fizesse a reserva através do nosso blog, assim vocês pagam exatamente o mesmo valor no booking, mas a gente ganha uma comissão.

      Obrigada.

      Manu

  • Reply
    Lu Malheiros
    01/05/2014 at 20:14

    Bia e Manu,
    Muito obrigada por lembrarem do meu bloguito!
    Bjs,

    • Reply
      Manu Tessinari
      08/05/2014 at 12:18

      Lu,

      Não tem como esquecer!!! Dividindo a Bagagem é guia essencial!

      beijos,
      Manu

  • Reply
    elizabeth
    28/04/2014 at 15:14

    Sempre encontro as informacoes completas aqui e sempre envio para os amigos. Muito bom, meninas. Obrigada!

    • Reply
      Manu Tessinari
      08/05/2014 at 12:14

      Obrigada Elizabeth!!! É o melhor que vc pode fazer por nós! Obrigada de coração.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Carla
    25/04/2014 at 14:11

    Olá,

    Acabei de voltar do Peru e estou encantada com tudo o que vi (inclusive com Lima também)!!
    Eu e meu marido voamos para Lima e de la para Cusco. Chegando em Cusco, optamos por descansar naquela primeira tarde e já agendamos um passeio pelo Valle Sagrado no dia seguinte. Contratamos um taxi/guia, e fizemos o tour particular. Vale muito a pena, pois é tudo feito no seu ritmo.
    No dia seguinte, fomos aos 4 parques mais próximos de Cusco (Sacsayhuaman, Puka Pukara, etc..)

    No terceiro dia, já tínhamos programado nossa ida à Águas Calientes. Compramos o ticket do trem pela internet, com antecedência, através do site da Peru Rail.
    Existem 3 possibilidades de trem: Hiram Bingham (muito, muito caro –> U$ 380,00/trecho); Vistadome (U$ 85,00/trecho) e Expedition (U$75,00/trecho).
    Na época que decidimos comprar, em nossas “andanças” por blogs, entendemos que tanto o Vistadome como o Expedition eram bastante semelhantes, então que escolhêssemos pelo que oferecesse a melhor opção de horário. Assim fizemos. Porém, não concordamos com essa “semelhança”.
    A diferença de U$10,00 é gigante se comparada ao nível de serviço oferecido por um e outro.
    Vistadome é inteiro de vidro e oferece um excelente serviço de bordo, com louças e talheres de verdade, frutas, prato quente, etc.
    O Expedition, apesar de ter o “teto solar”, não proporciona a mesma vista da paisagem (que é maravilhosa!!) e o serviço de bordo é equivalente ao da Gol!! Uma bebida e um lanche industrializado…
    Enfim, não acho que deveria ser apenas U$10,00 mais barato, já que a diferença é mesmo muito grande.
    Portanto, se os horários couberem no planejamento, recomendo o Vistadome.

    Em Águas Calientes, sim, caimos na feirinha e também achei um tanto confuso me achar. Mas logo alguem indicou o caminho para o meu hotel.

    Como planejamos tudo com antecedência, já tínhamos comprado o ticket para Machu Picchu, combinado com o Huayna Picchu com antecedência, pelo site oficial.

    A entrada ao Huayna Picchu é controlada: são 400 pessoas por dia, divididas em dois horários: 07h ou 10h. Portanto, se tiver interesse, tem mesmo que comprar com antecedência.

    Quando você passa pelo portão, tem que anotar seu nome e horário. Na volta idem, então, eles controlam quem entrou e saiu.. Mas não sei o que acontece se não sair de lá!!

    Realmente, vale a pena a vista de lá, mas a trilha é pesadíssima… Eu levei 1 h para subir e 45 min para descer. A descida é ainda pior que a subida, extremamente íngreme.. Em muitos momentos, você fica praticamente em uma ribanceira… Leve muita água e alguma coisa para comer que seja leve!!!

    No dia que chegamos (o ticket era para o dia seguinte), decidimos subir a Machu Picchu e compramos o ingresso adicional na central de tickets, em Águas Calientes, sem problema algum.

    Uma dica importante: leve água para Machu Pucchu. Não vende nada lá dentro e uma água pequena custa 8 soles, na entrada no parque.
    Porém, preste muita atenção quando comprar em Águas Calientes. Comprei água lá (San Luis), mas tenho certeza que era falsificada, pois o gosto era muito diferente do que eu estava acostumada. Por sorte, não tivemos nenhum problema.

    • Reply
      Manu Tessinari
      08/05/2014 at 12:07

      Carla,

      Muito obrigada por compartir com a gente sua viagem! Dicas importantíssimas!!

      Abraços,
      Manu

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!