53 Em Acomodação/ Cultura/ Cusco/ Peru

Cusco e Machu Picchu em 3 dias/2 noites. Vale?

Vista geral Machu Picchu

Machu Picchu TEM que estar na lista de desejo de todo viajante! rs

Todo mundo sabe que a região de Cusco é muito rica e que você pode passar 20 dias por lá sem repetir programação. Sacsayhuamán, Tambomachay, Tipón, Águas Calientes, Ollantaytambo, Pisac, Vale Sagrado são alguns dos locais que sempre lemos, quando pensamos em uma viagem pelo Peru e pela região de Cusco. Aí vemos que guias e blogs normalmente indicam uma média de 5 a 7 dias na região e pensamos: e agora? Não tenho todo este tempo! Será que vale a pena ir com menos tempo?
Com as promoções do Brasil para Cusco, com a quantidade de feriados do país e Machu Pichu bombando na novela das oito, muitas pessoas voltam a se perguntar se dá para fazer um bate e volta ou é melhor ir a outro destino como Buenos Aires ou Santiago do Chile, destinos queridinhos dos brasileiros.
Seria difícil eu responder isto para vocês assim, na lata, afinal viajar é uma experiência particular de cada um e tem muito a ver com sonhos, expectativas, rotina, cultura, organização e possibilidade de cada um, mas vou dizer aqui como seria um bate e volta a Cusco/Machu Picchu e você decide se está bom pra você ou não.
Para começar, queria te dizer que você pode curtir muito a viagem e que Machu Picchu não ficará prejudicado se você só tiver 3 dias para viajar. O que ficará prejudicado será os outros vilarejos da região, que ajudam a compor (e a encantar) a viagem.
Outra coisa que necessita estar em mente é que o bate e volta tem que ser, no mínimo, com 3 dias e 2 noites em Cusco. Menos fica praticamente impossível a logística.
A primeira vez que fui, fiz este roteiro e me divertir muito, mesmo tendo conhecido só o básico.

Manu Tessinari no trem indo para Machu Picchu

Eu, toda feliz, indo pela primeira fez pra Machu Picchu, num bate e volta a partir de Lima.

Organização da viagem:

– Compre os ingressos e tickets antes.
– Não querendo ficar sem mesa no Chicha ou Senzo, reserva antecipadamente.
– Compre o trecho Lima/Cusco para horário cedo, entre 6 e 8 horas. Antes disso, acho muito cedo, você acaba ficando cansado o dia todo. Muito depois disso, você não vai conseguir fazer nenhum tour a tarde sem arriscar seu bem estar.
– Compre o trecho de Cusco/Lima para o mais tarde possível, claro. Melhor para aproveitar a cidade.
– Compre o trecho de trem Cusco/Machu Picchu para o mais cedo possível, já que a viagem dura 3h. Tente comprar preferencialmente com saída a partir da Estação de Poroy (nota: até dia 30/6 a viagem a partir de Poroy está com problemas, detalhes aqui.).
– Compre o trecho Machu Picchu/Cusco para aproximadamente 6 horas e meia depois do horário que você desembarcou em Águas Calientes. Exemplo: se você chegou no trem das 10:51 em Águas Calientes, marque o retorno para o trem das 17:27. Pode ser menor o tempo, mas aí você terá que fazer as coisas olhando para o relógio!
– O tour por Cusco e o agendamento do taxi pode ser feito diretamente no hotel, normalmente, mas você poderá fechar em Cusco mesmo, independente de qualquer coisa.

Vamos ao roteiro:

1o dia

A maioria do vôos para Cusco saem pela manhã de Lima. Viaje cedo, já que assim corre menos risco de atrasos e cancelamentos.
Chegando na cidade, faça seu check-in e durma. É importante, para melhor adaptação à altitude, que você durma pelo menos 2 horas, antes de sair para explorar a cidade.
Ao acordar, será praticamente hora de almoço. Saia para almoçar e tente comer coisas leves e tomar bastante líquido. À tarde, você pode fazer um tour pelos arredores de Cusco, que fechei no próprio hotel, ou pode explorar a cidade por conta própria.
Se você estiver se sentindo bem, faça o tour que dura aproximadamente 2 horas. Ele começa com uma visita a Igreja Santo Domingo, faz uma passagem rápida pela Plaza de Armas de Cusco e segue para três sítios arqueológicos nas proximidades: Saqsaywaman, Puka Pukara e Tambomachay.

Sacsaywaman, na região de Cusco, Peru

Sacsaywaman

Saqsaywaman é uma fortaleza, um exemplo da arquitetura militar do povo Inca, onde haviam cerimônias religiosas e militares. Puka Pukara era um quartel, que servia como posto de controle de trânsito e alojamento com depósito de alimentos. Já Tambomachay era um lugar de hospedagem e veneração, pois as diversas fontes e o sistema hidráulico enaltece a água, sagrado para os Incas como origem da vida.
A noite, faça um lanche ou jante leve em um dos restaurantes da Plaza de Armas e durma cedo para ter energia para Machu Picchu. Se quiser aproveitar para ter uma experiência gastronômica especial, escolha o Chicha, do Gastón Acúrio ou o Senzo, do Virgínio Martinez.

2o dia

Dia de madrugar e ir a Machu Picchu. Tenha seu taxi para a Estação de Trem de Poroy agendado. Tudo para a ida a Machu Picchu costuma funcionar muito bem, não tem como complicar ou errar, mas é sempre bom ter tudo organizado. O percurso de taxi de Cusco a Estação de Poroy dura entre 20 e 30 min, chegando 15 minutos antes do seu embarque é suficiente. Já dentro do trem, curta o passeio. As paisagens são lindas!!!

Estação de trem de Poroy, em Cusco.

Estação de Poroy, em Cusco.

Montanhas nevadas em passeio de trem a Machu Picchu, Peru

A viagem de 3 horas passa rápido com tanta beleza…

Chegando em Águas Calientes, você vai tomar um ônibus para subir a Machu Picchu. Chegando lá, você pode contratar um guia em grupos de 4 ou 5 ou então um guia particular. Tente negociar o preço, mas lá não costuma funcionar muito, já que é tudo muito regulamentado.
Assim começa seu tour em Machu Picchu. O passeio pelo sítio arqueológico dura aproximadamente 3 horas, mas também depende muito do seu ritmo. Curta o lugar, sinta o ambiente, observe as pessoas, busque a energia local, gaste seu tempo sem se preocupar. Você tem o dia todo.

Guia em Machu Pichu, Peru

Coitado no nosso guia, eu sou daquelas que pergunta tudo! Ele, pacientemente, respondia tudo com disposição e simpatia.

machu picchu, peru

Foto típica em Machu Picchu. O difícil é não sair ninguém no fundo! rs

Quando sentir que já foi suficiente, pegue o ônibus de regresso a Águas Calientes. Tente não chegar tão perto do horário do embarque do seu trem, assim você aproveita para caminhar pela cidade, almoçar, descansar um pouco vendo a vida passar e fazer umas comprinhas no mercado local.

Águas Calientes

Uma das ruas de Águas Calientes, ao pé de Machu Picchu.

feira artesanal em Aguas Calientes, Peru

Aproveite para comprar no mercado de Águas Calientes.

Hora de voltar para Cusco. O cansaço já vai estar batendo, eu mesmo não aguentei e dormi no trem, quase todo o percurso, sendo acordada por causa do serviço de bordo e por um desfile que fazem dentro do trem para distrair os passageiros (e, claro, vender algumas roupas de alpaca).
A noite, tente ter energia para jantar num dos excelentes restaurantes da cidade, se você não foi na noite anterior ou querendo aproveitar cada noite para conhecer um. Ainda com energia? Caia na noite de Cusco, que tem dezenas de bares e boates. Lembre-se que você pode abusar um pouco, já que no outro dia não tem compromissos de tours.

Plaza de Armas de Cusco a noite, Peru

Não deixe de andar pela Plaza de Armas à noite. É um visual incrível!

3o dia

Se você teve uma noitada, aproveite para descansar até quando puder. Durma e se recupere para a viagem.
Se você está bem, saia a pé por Cusco. Passeie com calma pela Plaza de Armas, conheça a Catedral, suba por uma das ladeiras até San Brás, o bairro mais charmoso da cidade. Passeie pelas ruelas, se perca pelas ruas, curta a arte local, descubra lojinhas.

Plaza de Armas de Cusco, Peru

Plaza de Armas de dia. Em muitos domingos, tem eventos locais e a praça lota!

Vista de Cusco pelo mirante de San Bras

San Bras te proporciona lindos ângulos da cidade.

Plazoleta Nazarenas, praça de San Bras, em Cusco, Peru.

Plazoleta Nazarenas, para mim, a mais charmosa praça de Cusco.

Um museu que eu adorei foi o Museu de Arte Pre-Colombiana, que fica na Plazoleta Nazarenas, uma pracinha super charmosa da cidade. Aproveite que está por lá e almoce no restaurante do museu. É bem gostoso.

O pátio do Museu de Arte Pré-colombiano, em San Bras.

O pátio do Museu de Arte Pré-colombiano, em San Bras.

De olho no horário, volte ao hotel, pegue suas malas e vá ao aeroporto com aquela sensação de dias super bem vividos. E pense que sempre se pode voltar para conhecer o que não foi visto!

Talvez você também goste

53 Comentário

  • Reply
    Neto
    13/07/2015 at 21:40

    Estou querendo fazer uma viagem indo para Buenos Aires e indo a Machu Pitchu ou vice versa gostaria de ajuda onde chefar um pocote 71!91228754 alvaro

    • Reply
      Manu Tessinari
      17/07/2015 at 15:26

      Neto,

      você precisa verificar com uma agência de turismo, nós não fazemos este tipo de serviço.

      Abraços e boa sorte!
      Manu

  • Reply
    Paulinha
    27/05/2015 at 12:34

    Manu e Bia. Estou apaixonada pelo blog!!! E e meu marido estamos planejando passar a virada de ano em Mancora, pois pretendemos surfar na região norte. Estamos preparando nosso roteiro e tenho uma perguntinha: Vcs acham que conseguimos fazer uma visita a Machu Picchu nesta época ou não é aconselhavel devido ao período de chuvas? Queria também uma sugestão para o deslocamento, fazemos tudo via Lima? Beijnhooo

    • Reply
      Manu Tessinari
      09/06/2015 at 11:29

      Oi Paulinha,

      Que bom que curte o blog!
      A região de Mancora é ótima no Reveillon e o mar é tomado pelos surfistas brasileiros… rs Quanto a visitar MP na época, é o que sempre falamos, não sabemos como estará já que o clima mundial está agora mudando muito, mas é oficialmente a pior época, com muita chuva e, dependendo da chuva, acontece deslizamentos, fechamento do parque, isolamento de área. A viagem pode (eu disse “pode”) se tornar um pesadelo e um gasto enorme de dinheiro, mas pode ser que não aconteça nada e vocês consigam ir e se divertir. Normalmente, o transporte terá que ser via Lima mesmo. Compre Piura/Lima, Lima/Cusco/Lima. Deixe para o fim da viagem, ai você já fica em Lima pra voltar pro Brasil.

      É isto. Boa sorte na decisão.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Fabiola
    23/03/2015 at 14:28

    Olá! Meu voo também chegara super cedo em Cusco (por volta de 06:30). O seu hotel pelo jeito aceitou o check in antecipado, pois você comentou que descansou até a hora do almoço…Mas você sabe informar se a maioria deles aceitam o check in neste horário? Ah, falando nisso, em que hotel você ficou? Obrigada e parabéns pelo site!

    • Reply
      Bia Kuntz
      25/03/2015 at 15:51

      Oi Fabiola,
      A cidade está habituada a receber turistas e sabe que muitos dos voos chegam cedo, grande parte dos hotéis aceita o check in mais cedo, mas não posso te garantir quais porque muitas vezes depende da disponibilidade do hotel. Recomendo que você cheque com o hotel antes de reservar.
      Nesse post falamos sobre os hotéis que ficamos e que indicamos lá em Cusco: http://cupofthings.com/2014/06/10/hoteis-em-cusco/
      abraço,
      Bia.

  • Reply
    Ana Bia
    09/02/2015 at 10:29

    Oi Manu, estou indo agora , dia 19/02 pra Lima e indo dia 23 pra Cusco, voltando dia 28 pro Rio. Já cansei de pesquisar sobre o passeio de Cusco a Machu Picchu e ainda tenho dúvidas. Queria comprar o bilhete de trem lá em Cusco, mas tenho medo de não encontrar mais. Você acha que dá pra aventurar ou é melhor comprar antes? E outra coisa, to vendo com uma guia local, por e mail, e ela tá cobrando $296 dólares pelo passeio de Cusco a MP. Tô achando carérrimo porque vi na net que o trem sai por $76 dólares. E o dela não inclui almoço nem nada, só o trem mesmo. Valeu !!

    • Reply
      Bia Kuntz
      12/02/2015 at 21:50

      Oi Ana,
      Você vai ficar alguns dias em Lima e Cusco antes de ir pra Machu Picchu, pode arriscar deixar pra comprar as passagens de trem em um desses dois lugares (dá pra comprar aqui em Lima também, no shopping Larcomar, dá uma olhada no site: https://www.perurail.com/contact_us.php). Entretanto, não posso te garantir que irá encontrar passagens. Agora estamos na baixa temporada, acho difícil acabarem os trens tantos dias antes, mas aí é um risco que você tem de decidir se quer correr.
      Tanto eu quanto a Manu, quando fomos, contratamos um guia lá do parque, licenciado por eles mesmos. Se não me engano paguei 100,00 soles pra ele (ele acompanhou eu e meu marido, por 2h). Não sei quanto seria pra levar um guia particular desde Cusco, porque você irá pagar pelo trem dela (ida e volta – esse custo de $76 dólares é só uma perna da viagem) além do serviço de guia. Mais uma vez, você que tem que ver o quanto quer gastar, mas acho que o preço destes guias que saem de Cusco é mais ou menos esse mesmo, um pouco mais caro.
      Um abraço,
      Bia

  • Reply
    Andrezza Haddad
    19/01/2015 at 18:06

    Oi Manu, tudo bem? Estou indo pra Cusco daqui tres dias. Muito frio nessa epoca? Da pra usar manga curta durante o dia? Quero levar poucas coisas e queria saber se la, posso usar tenis mesmo o dia todo ou vale levar algo ” melhorzinho? rs. Te agradeco desde ja se tiver um tempinho pra responder e aproveito pra elogiar seu post que super esta nos ajudando a planejar a viagem. Um beijo, Andrezza.

    • Reply
      Manu Tessinari
      26/01/2015 at 23:21

      Oi Andrezza, desculpa mas estava de viagem. Vc já deve ter visto que é zero frio nesta época, mas muita chuva… Espero que esteja indo tudo bem.

      beijos,
      Manu

  • Reply
    Renata
    12/01/2015 at 18:55

    Adorei a dica!! Vou fazer em dos feriados desse 2015 certeza!

    • Reply
      Manu Tessinari
      26/01/2015 at 23:04

      Oi Renata!

      Vem mesmo!! E aproveite para comprar passagens na promoção! Agora mesmo tem passagem a partir de R$ 750.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    lauurinha75
    07/01/2015 at 14:54

    Oi!!!
    Queria saber se dá pra ir com criança de 4 anos.
    Ah… e programinhas adultos, pra curtir com o maridão, tem em Lima ou Cuzco?
    Contando os dias para conhecer a Pátria de meu amado.
    Bjos
    Laura

    • Reply
      Manu Tessinari
      26/01/2015 at 22:59

      Oi Laura!

      Claro que dá! Como qualquer viagem com filhos, tem seus amores e desamores… diversões e limitações, mas não faltam programas para curtir com filhos e, claro, sem filhos.

      Divirta-se!
      Manu

  • Reply
    welington
    06/11/2014 at 15:01

    Oi manu, quero muito ir a machu piccho mas so tenho 3 dias (sexta, sabado e voltando domingo a noite) e pouco tempo ou daria pra fazer cusco e macho piccho??

    • Reply
      Manu Tessinari
      30/11/2014 at 18:04

      Oi Welington,

      Dá sim pra fazer, claro que é corrido, mas dá pra curtir tranquilo! Le este post que eu conto quando fiz uma viagem curta pra lá.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    marcelo
    12/10/2014 at 13:17

    Oi Manu, adoramos o seu blog e vamos seguir muitas das indicações que vimos aqui. Valeu!

    • Reply
      Manu Tessinari
      13/10/2014 at 18:08

      Obrigada Marcelo! Espero que curta bastante o país!

  • Reply
    Jader Magri
    29/09/2014 at 20:56

    Oi Manu e Bia. Para fazer esse tour por Saqsaywaman, Puka Pukara e Tambomachay eu preciso daquele Boleto Turístico (Circuito 1), certo? E, no caso, o mais recomendável é arrumar um taxista que nos leve aos três lugares nesse período que você estimou em duas horas. Tem noção de quanto seria um preço justo no taxi? Ahhh, e a Catedral de Santo Domingo, os museus e o Templo do Sol, estes eu consigo entrar comprando o “ingresso” na hora ou também precisam de um boleto turístico?

    Obrigado, meninas. Vocês estão ajudando demais 🙂
    Abraços.

    • Reply
      Bia Kuntz
      22/10/2014 at 21:11

      Oi Jader,
      Sim, pra esses lugares o boleto do circuito 1 é suficiente. Não sei te dizer quanto sairia o motorista pra tudo isso. O mais seguro seria vc procurar por indicação de algum no hotel onde for ficar, porque em Cusco não temos ninguém pra te indicar.
      Dos outros museus vc consegue comprar a entrada de cada um sim, sem problemas. E do circuito 1 também, dá pra comprar o boleto do circuito direto em um dos lugares que fazem parte dele, não é necessário ir até o escritório central.
      Abraço, Bia.

  • Reply
    Marti Olivier
    27/09/2014 at 08:25

    Parabens pelo post!! Um dos melhores que conseguiu unir objetividade e bastante conteudo! sem falar no seu carinho em dar atencao a TODOS os comentarios, respondendo-os.. rss
    Vou ao peru mes que vem e voce nos ajudou muito! bjs

    • Reply
      Manu Tessinari
      30/09/2014 at 13:10

      Oi Marti,

      Obrigada pelos elogios! Temos o maior prazer em escrever o blog…

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Bruna
    03/09/2014 at 16:36

    Olá Manu, acabei de descobrir seu blog e confesso que foi um achado!!!
    Estou indo pra Cusco dia 22/09 e diante de alguns comentários fiz uma pesquisa de preço para os passeios até machu picchiu $ 220,00, vale sagrado $ 46 e Lago iticaca $ 37,00, em relação aos valores você poderia me informar se está dentro da faixa???
    Estou indo com a minha mãe, por isso, gostaria de ter tudo esquematizado. Ficarei 5 noites em cusco e 1 em Lima.
    O que você acha da escolha dos passeios?
    Obrigada, bjs!

    • Reply
      Manu Tessinari
      11/09/2014 at 15:26

      Oi Bruna,

      Que bom que o blog está te ajudando! Os preços são estes mesmo. Machu Picchu é mais caro mesmo, totalmente dolarizado porque é o maior ponto turístico do país, já os outros passeios ficam aí até US$50. Só não entendi o Lago Titicaca, pois fica em Puno, não perto de Cusco. Você está pensando em fazer um bate e volta de Cusco?? São mais de 7h de estrada nas alturas… Eu desaconselharia… Bom, você é quem sabe, mas o melhor seria incluir Puno na sua viagem e pernoitar lá para fazer os passeios pelo Titicaca.

      Abraços,

      Manu Tessinari

  • Reply
    Renata
    22/08/2014 at 15:31

    Ola. Estou com viagem marcada e acabei de eescobrir q estou gravida. Viagem p cusco marcada p início de outubro, qnd estarei com 3 meses de gravidez. Vc acha q pode ter algum problema por causa da altura? Minha medica nao acha viajar um problema mas ficou em duvida por conta da altura

    • Reply
      Manu Tessinari
      22/08/2014 at 17:27

      Oi Renata,

      Bom, sua médica é a melhor pessoa para te falar se você deve ou não ir. Gravidez é algo sério e eu não sou médica, então o que eu posso falar é só da minha experiência, ok? Na minha primeira gravidez, eu não subi a lugares altos. Tenho talassemia (uma anemia genética) e tinha medo por mim e pelo bebe e fui desaconselhada pelo médico. Na minha segunda gravidez, eu fui a Valle Nevado (Chile) gravida de 7 meses e foi tudo bem. Cusco é bem mais alto e há o perigo (segundo informaram meus médicos aqui) de faltar oxigênio para o bebe. Claro que depende da mãe, do bebe, do tempo de gestação, do tipo de gestação. Muita gente passa mal em Cusco, muita gente fica bem em Cusco. Mesmo que você decida vir e sua médica te autorize, é bom você ter um bom seguro viagem (Acho que o único que cobre gravidez é o Assist Card), comprar oxigênio, beber muito líquido e seguir as recomendações contra soroche (o mal da altura). Pense bem, converse com familiares e médicos e escute seu coração. Não force uma viagem se estiver insegura. Seu bebe agora é o mais importante (lembre-se se até os 3 meses todo cuidado é pouco).

      abraços e parabéns!
      Manu

  • Reply
    Jociane
    12/07/2014 at 22:48

    Manu….depois de dias pesquisando, finalmente achei um roteiro adaptado a minha realidade! Obrigada! Gostaria de uma informação, vc acha que chegar em Machu Pitchu com o Hiran é muito tarde? Chega entre 12h e 13h….. Eu gostaria de ir com ele é voltar com o Vistadome, pois na volta devo dormir e nem aproveitar os serviços. Ir e voltar com o Hiran sem chance, muitoooo caro pra mim, pq nesse caso tem tour guiado né….but rs, se puder me ajudar agradeço, Ahhh queria indicação e hotel e agência para city tour bacana em Lima e Cusco, Thanks dear!!!

    • Reply
      Manu Tessinari
      12/08/2014 at 13:33

      Oi Jociane, tudo bem?

      Tarde não é, já que o parque fica aberto até de noite. As pessoas tem costume de ir pela manhã para pegar o lugar menos movimentado ou amanhecendo para pegar deserto, mas devo te dizer que já vi lá a tarde e não achei nada cheio não. É bem viável. Pode chegar, comer algo, subir para MP, visitar e voltar nos últimos trens do Vistadome. A volta realmente é dormindo, porque a gente volta morta! rs
      Indicações de hotel e agências tem nos posts!

      http://cupofthings.com/2014/06/10/hoteis-em-cusco/
      http://cupofthings.com/2013/10/04/city-tour-lima/

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Mylena
    28/03/2014 at 17:03

    Adorei o seu post de bate e volta de Macchu Picchu!!! O melhor que eu encontrei na net!!! 🙂 Td muito explicadinho! Parabéns!
    Irei fazer esse bate e volta a partir de Cusco em junho e estou com uma dúvida em relação a que tipo de bilhete comprar… O bilhete que não inclui a montanha, permite que a gente tire aquela foto clássica de lá tipo a sua 6ª foto do post?
    Obrigada

    • Reply
      Manu Tessinari
      01/04/2014 at 14:42

      Oi Mylena,

      Que bom que curtiu o post! A entrada de Machu Picchu te dá direito a conhecer as ruínas e, sim, tirar a foto ali onde eu tirei. Você anda por MP inteiro com o ingresso. O outro ingresso é para quem quer subir também o Huayna Picchu, a montanha na frente de MP.

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Teresa
    23/03/2014 at 00:50

    Muito bom seu blog! Gostaria de uma dica… Vou ao Peru em abril, e fico de domingo à domingo em Cusco. Pensei em ficar 3 dias (duas noites) no Vale Sagrado, dormir em Urubamba e Ollantaytambo ou Aguas Calientes. O que vocês acham? O trem sai de Cusco? Queria ir a Pisac também. Como é o transporte para lá? ônibus, van, excursão, qual a melhor maneira de viajar pelo vale? O bate volta eu tenho medo de ser muito cansativo, já que não tenho muito pique! Beijão!!

    • Reply
      Manu Tessinari
      01/04/2014 at 10:53

      Oi Teresa,

      Para explorar o Valle Sagrado com base na região, você poderia escolher Urubamba ou Ollantaytambo. Urubamba é mais Valle Sagrado, os hotéis são de campo e tem uma rede hoteleira melhor, mais luxuosa até, mas lá é uma experiencia de curtir o hotel também, curtir os dias “no campo”. Ollantaytambo é pequena e é bem próximo a Cusco, nem sei se vale a pena sair de Cusco para passar a noite em Ollantaytambo só por causa do Valle Sagrado, já que toda a estrutura para conhecer o Valle é Cusco mesmo (agencia, carros, taxis, guias, etc). Águas Calientes já é Machu Picchu. É a cidade ao pé da montanha. Durma lá se você quiser subir pra MP bem cedo, antes dos turistas que vem de Cusco cheguem na cidade. Se você não tem muito pique, Teresa, eu aconselharia fazer tudo em excursão. Existe tour privado também, caso queira, mas as excursões funcionam muito bem, você tem tempo suficiente de ver tudo que quer, passear, ir a Pisac, conhecer o mercado, etc. A grande maioria dos visitantes fazem tudo com agência. Minha irmã fez os passeios todos este mês com a agencia Puma’s Trek Peru e gostou muito dos serviços.

      Pense, pesquise e não se estresse. Tudo aqui é bem direcionado para o turismo, você não vai passar perrengue não.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Marcos Aguiar Jr
    19/02/2014 at 07:41

    Muito bom seu blog, parabéns. Estou vindo a trabalho sempre e Lima e as vezes fico com o sábado e o domingo livre. Estava pensando em conhecer Machu Picchu. Você recomenda alguma empresa de turismo que possa me auxiliar? E agora em Fevereiro seria uma boa época para conhecer? Se não, quando seria bom?

    • Reply
      Manu Tessinari
      26/02/2014 at 17:21

      Oi Marcos,

      Aqui em Lima tem muitas agencias, uma em cada esquina, mas eu não conheço a ponto de indicar. A única que eu indico, que minha sogra usou os serviços, é a Travel Mar, localizada no Shopping Larcomar. Tem um post nosso que pode te ajudar também.

      Obrigada pelo elogio!! Qualquer coisa, escreve de novo.

      Abraços,
      MAnu

  • Reply
    Carla Tolosa
    20/10/2013 at 16:18

    Oi Manu!
    Finalmente vou conhecer a “sua terra”. Estou indo de 03 a 11 de novembro, mas infelizmente não passarei por Lima…. queria muito te ver!
    Queria uma dica de Cuzco – estou procurando hotel, mas queria uma indicação de localização que seja boa. Pode me ajudar?
    beijos,
    Carla

    • Reply
      Manu Tessinari
      02/11/2013 at 23:32

      Carla, imperdoável eu!!!!

      Você na vai me perdoar nunca, né??? Eu estou exatamente no final da gravidez e as respostas do site ficaram super pendentes!!! Minha sugestão de hotéis em cuzco rolaram no post q fiz de lá, vc viu? Eu adoro San Brás, mas já fiquei e indiquei muito o hotel Unaytambo. Da pra fazer tudo andando, tem infra básica com charme e não é careiro. Ele fica perto do convento santo domingo, a algumas quadras da Plaza de armas. Bom, mas acho q vc já está com tudo certo, né?
      Fico triste q vc não vai passar um dia sequer em Lima, desconsideração total! Queria tanto escutar sobre suas andanças pela Europa…
      Bom, de qq forma divirta-se muito!! Desculpa mais uma vez e, se precisar de algo, entra em contato!

      Beijos

  • Reply
    Mayara Xavier
    18/09/2013 at 13:55

    Oi Manu, teu blog foi indicado pela Amanda, do BUenos Aires para Chicas, tens ideia do custo desse bate e volta? Gracias!

    • Reply
      Manu Tessinari
      20/09/2013 at 13:38

      Oi Mayara, seja bem vinda ao blog!

      Olha, barato não é. Cusco é sem dúvida o destino mais procurado do país, então tudo é dolarizado, preços para turistas. De qualquer forma, depende também com quanta antecedência programe e a época, porque você pode conseguir passagens aéreas (que é a parte pesada) com preços melhores. O trem para MP também costuma ser mais barato para quem compra com antecedência. Entrada em MP independe e hotéis tem de todos os valores, não precisa de preocupar. Por alto, pra te dar uma idéia, deve sair uns US$ 400 (passagens aéreas, trem pra MP, 2 noites de hotel e entrada em MP). Mas te digo uma coisa: Vale a Pena!

      abraços,
      Manu

  • Reply
    Priscila Klaus
    16/09/2013 at 10:55

    Manu, vc não imagina como fiquei feliz em ler este post! Ontem decide passar as próximas férias em Lima e também visitar Machu Picchu, o tour que pretendo fazer é exatamente como você descreveu. Só estou com um pouco de medo por causa das chuvas já que minha férias provavelmente serão em fevereiro.

    Seu blog é ótimo, será minha inspiração para a viagem!

    • Reply
      Manu Tessinari
      16/09/2013 at 13:38

      Que bom receber um comentário assim! Obrigada pelos elogios!! Quanto às chuvas de fevereiro, aí é torcer pra que não sejam fortes. Pode até nem ter chuva, quem sabe…

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Vai a Cusco e Machu Picchu? Prepare-se! | Rosmarino e Outros Temperos
    01/08/2013 at 22:23

    […] Machu Picchu em um dia só, saindo e voltando de Cusco. A Manu do blog Cup of Things explica aqui como fazer um bate e volta a Machu Picchu via […]

  • Reply
    Flavia
    16/07/2013 at 20:36

    Oi Manu, muito bom ler o teu post.

    Viajaremos para Cusco em agosto proximo e se possivel gostariamos da tua experiencia para algumas sugestões ok? O trem para Machu Picchu entre as opçoes Vistadome, Expedition e HIRAM BINGHAM além da diferença de timetable e valores que outrOs fatores poderiam determinar a escolha de um tipo ou outro.
    Pensamos em dormir em Aguas Calientes para a viagem ser menos cansativa.
    A compra dos tickets de ingresso no parque deve ser feita já antes de viajarmos através de uma agencia de viagem? ou poderemos comprar em Cusco mesmo?
    um abraço

    • Reply
      Manu Tessinari
      22/08/2013 at 21:56

      Oi Flavia,

      Eu respondi sua pergunta já tem um tempo, mas apareceu aqui no meu painel como em aberto. Você recebeu alguma coisa? Bom, nesta altura você já deve ter vindo, mas a resposta sobre o trem seria justamente o conforto. O Vistadome é o intermediário e vai te atender muito bem. É muito bom! Quanto a viagem ficar cansativa, depende muito da idade e do pique de vocês. Normalmente a viagem de ida é um grande passeio e você nem vê a hora passar. A de volta realmente bate o cansaço, mas não é nada insuportável. A maioria das pessoas faz o bate e volta Cusco-MP. A infra de Aguas Calientes é pequena, mas é uma opção mais comoda sem dúvida, apesar de nao achar necessário. A compra dos tickets deve ser feita antes e pode ser feita pelo site http://www.machupicchu.gob.pe ou nas agencias na cidade de Cusco mesmo. É tranquilo.

      Bom, espero de coração que minha resposta tenha chegado pra você ou que você ainda não tenha viajado! Espero que se divirta!

      abraços,

      Manu Tessinari

  • Reply
    Ziga da Zuca
    15/06/2013 at 09:18

    Ótimo post!
    Só me dê uma luz, Machu Picchu no início de março é roubada por causa das chuvas?
    Tô aqui se saber se compro ou não as passagens! =)

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/06/2013 at 12:37

      Desculpa demorar tanto pra responder! Eu não recebi as notificações de comentários… Março já está bem melhor! Há risco de chuvas, mas já não é o período crítico não. Vem feliz e aproveita pra passar meu aniversário (3/3) comigo! rs

      beijos

  • Reply
    Leandro
    13/06/2013 at 10:10

    Emmanuelle, sou Amigo Da Flavinha Netto.
    Ela me indicou seu blog. Estou indo em agosto para o Perú e gostaria de saber se existe o trecho Cuzco – Lima de trem.
    vlw

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/06/2013 at 12:35

      Oi Leandro, tudo bem?

      Desculpa a demora, tive um problema no recebimento de comentários! Bom, não tem este trecho não. O que se pode fazer também e é bem lindo é o voar Lima/Puno e fazer trem Puno/Cusco. abraços.

  • Reply
    Jiovana Lima P. Saade
    10/06/2013 at 19:21

    Parabéns Manu mais uma vez você fez minha mente tilintar de vontade de conhecer esta terra tão linda e misteriosa!

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/06/2013 at 12:33

      vem, vem, vem!

  • Reply
    Luciana Betenson
    10/06/2013 at 17:37

    Vou fazer tudo isto! E um dia a mais para um tour Vale Andino 😀 Ueba! Adorei o post. Beijos,

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/06/2013 at 12:33

      Que delícia! Peru vai bombar no Rosmarino!!

      Ja to te esperando! bjs

  • Reply
    Rosana
    10/06/2013 at 17:33

    Eu dormi 1 noite em Águas Calientes para chegar em Machu Picchu bem cedinho, amanhecendo. Foi lindo.

    • Reply
      Manu Tessinari
      27/06/2013 at 12:32

      Quero fazer isto também. Sempre que vou fico em Cusco…

      bjs

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!