15 Em Lima/ Passeios/ Peru

Praias em Lima: É VERÃO!

Toda cidade tem seu próprio jeito de lidar com a chegada do verão e, é claro, em Lima não seria diferente. Lima não é uma cidade gelada, mas tem quase nove meses de céu nublado e uns três meses de inverno que pode chegar a 6o C, então vocês podem imaginar a alegria do limeño quando o verão chega!

A partir de dezembro, o céu azul volta a capital e em janeiro você pode esperar sol, céu azul e um calor  bom sem ser sufocante. Aqui a temperatura fica entre 23oC e 28oC. Uma delícia!

Praias em Lima

As praias da cidade de Lima são todas de pedras, mas tem movimento o ano todo. Escolas de surf e surfistas aproveitam as ondas.

Para quem vem do Brasil, pode sentir um pouco a diferença. Apesar de felizes e mais destampados, você não vai sentir todo aquele clima de verão brasileiro. Não na capital. Com as esperadas férias de verão, os jovens e adolescentes (juntamente com todos que não precisam trabalhar) correm principalmente para as praias localizadas na rodovia Panemaricana Sur. Lá sim é onde o verão de Lima acontece.

Praias em Lima

fonte: http://blogs.deperu.com/verano-peru/todo-lo-que-necesita-para-pasar-un-verano-seguro-en-el-sur-de-lima/

Condomínios fechados com praias privadas, milhares de casas alugadas, boates, restaurantes e lojas “se mudam” para as praias, sendo Boulevard Asia o ponto de encontro de todos que amam um verão regado a gente e baladas.

Com toda esta mudança, a cidade fica bem vazia (apesar de achar que os turistas não vão perceber tanto) e, no fim de semana, você poderá sentir a cidade menos pulsante, já que todos que estão na cidade por causa de trabalho vão para as praias quando termina a semana. É comum também estabelecimentos locais terem horários especiais de atendimento no verão.

A Panamericana Sur cruza todo o sul do Peru, chegando à fronteira com o Chile. Na verdade, ele é parte da rodovia Panamericana , que cruza do Alaska a Buenos Aires. Em Lima, são aproximadamente 175km margeando o mar, mas onde o verão acontece é a partir do KM 35 até o KM 100.

Infelizmente, as praias não contam com uma infraestrutura hoteleira boa e diversificada. Encontra-se algumas pousadas, sempre muito simples, mas você pode se aventurar. Para ficar nessas praias, o esquema aqui é aluguel de casas. São casas grandes, com muitas beliches para alugarem em grupo grande. Não é o esquema de quem está de passagem pela cidade e quer só conhecer.

Seria impossível eu citar todas as praias aqui, mas vou falar das mais acessíveis e melhores praias de Lim:

 Playa El Silencio (Km 38)

Uma enseada bem bonita. Conta com muitas barracas e é concorridíssima no verão. Tem dias que o mar é mais forte, com ondas fechando na beira, mas tem dias de mar liso. Muito boa para banho. Não tem casas a beira mar, mas em cima da falecia que a cerca. Ah! Tem uma barraca brasileira onde se pode escutar tudo  que está rolando no verão brasileiro (para quem sentir saudade…rs).

Playa El Silencio

Silencio em um dia de semana de dezembro, se preparando para o verão. Olha que mar gostoso!

 Playa Señoritas (km 39) e Playa Caballeros (km 40)

Duas praias que se deve chegar cedo, pois, depois de determinada hora, fecham os acessos para não congestionar muito. A Señoritas é de mar tranquilo e a Caballeros é uma das mais famosas praias de surfistas da capital.

Punta Hermosa (Km 40)

É um balneário que tem a melhor estrutura da região. Você pode ficar hospedado aqui e visitar as praias próximas de carro ou também usufruir das praias locais. Há bons restaurantes e uma pousada que me agradou, a Casa Barco. Ela tem quartos família, quartos casal e também quartos a compartir. Passei um Reveillon na pousada e foi bem agradável. Cheia de brasileiros, na verdade, atrás das famosas ondas peruanas.

punta hermosa

Praia principal de Punta Hermosa. A foto, tirada no inverno, não faz justiça a beleza do lugar. Fico devendo uma foto neste verão, ok?

Punta Rocas  (Km 46)

A praia que mais frequento. Vou sempre para o final do lado direito da praia, onde tem uma barraca de praia chamada Las Hamacas. O público do local é bonito, tem estacionamento próprio, um serviço e comida bons. Como de tudo por lá, até ceviche! Rs Tem ainda uma estrutura de banheiros, chuveiro, parquinho e até piscina (destas montáveis) para criança. A barraca tem também, anexado, um hostel. São quartos e “bungalows” para família ou grupo de surfistas (a maioria). É bem simples, mas o sonho de qualquer surfista sem dúvida!

O mar é forte, só para surfistas ou quem encara onda grande numa boa.

Punta Rocas

A barraca Las Hamacas lota no alto verão.

pordosolrocas

Fim de tarde em Punta Rocas.

Playa Asia (Km 98)

A mais famosa praia do litoral sul. A praia em si não tem grande charme, é extensa e com o mar agitado, mas é onde você deve estar para ver e ser visto. É onde se localiza o Boulevard Asia, shopping a céu aberto, com lojas como Sagafalabella e Ripley, as lojas de surf com o Billabong e Quiksilver, lojas infantis como Petit Patapon (francesa) e Mimo & Co. Ótimos restaurantes locais também tem lá suas filiais como Segundo Muelle e Amoramar. Para quem adora balada, 14 bares e discotecas fazem a festa até o dia amanhecer.

boulevard asia

No Boulevard Asia acontece durante o inicio da noite varios eventos para a família como arte para crianças, shows, apresentações de dança, entre outros.

Os quase 50km não citados, não é por falta de praias lindas ou praias de surf, mas a maioria delas tem o acesso restrito, como a tranquila Naplo ou a extensa Puerto Madero.

punta rocas

Ah! Outro detalhe importante. O verão de Lima começa mais tarde, em janeiro, mas vai até abril. Ainda dá tempo!

Bom verão pra vocês…

Talvez você também goste

15 Comentário

  • Reply
    Lariça Alexandrino
    10/09/2015 at 17:40

    Olá, Manu. Estou adorando o Blog! 🙂
    Tenho uma dúvida: Você sabe se em Lima aluga-se prancha para surfistas turistas que vão à Lima não só para surfar e querem aproveitar a oportunidade?

    • Reply
      Manu Tessinari
      01/10/2015 at 14:54

      Oi Lariça,

      Claro que sim! Aluga-se prancha de surf e todo mais que precisar: roupa, sapato, etc. AS pranchas tem long, normal, fun. É tranquilo. Normalmente quem aluga são as escolinhas de surf que estão localizadas na praia próxima ao píer do Rosa Nautica. Não tem como errar. Se quiser se aventurar por outras praias mais longe, aí pergunta pra eles como faz com o aluguel.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Mais que Viagem – Atrações em Lima
    29/09/2014 at 07:25

    […] Os jovens correm para as praias localizadas perto da rodovia Panemaricana Sur. Encontramos no blog Cup of Things um post dedicado ao tema e parece ser bem legal passar uma tarde por […]

  • Reply
    Thiago henrique
    18/08/2014 at 20:28

    Ola manu! Gostei muito do seu blog. Mas, ficaram algumas dúvidas!
    Estou organizando uma viagem ao peru. Partiremos de porto velho – Rondonia no fim de dezembro em direcão a Cusco e MP. Com alguns dias de folga gostaria de conhecer o litoral do Peru. A dúvida que tenho é com relacão as condicões climáticas. Gostaria de relaxar na praia, mas, escuto dizer e li a respeito que o mar por aí é bem gelado. Isso acontece no verão? Ou não? Gostaria tbm de ir até Arica no Chile. Se puder me responder essas perguntas e me dar algumas sugestões ficaria muito agradecido! Obrigado

    • Reply
      Manu Tessinari
      28/08/2014 at 11:34

      Oi Thiago,

      O verão aqui é de sol intenso, principalmente no norte do país. A água sim é gelada, como toda a agua do Pacífico. BEM gelada, mas como o sol está forte, você consegue cair na agua mesmo assim. Quanto a ir a Arica, no Chile, depende da sua disponibilidade de tempo. Você pode ir a Cusco/MP (época de chuva e estradas perigosas) e depois descer para Lima, pegar a Panamericana Sur e descer até Arica. Tudo vai depender de você.

      Abraços,
      Manu

  • Reply
    Asia: a praia mais badalada de Lima - Cup of Things
    28/01/2014 at 19:56

    […] amigas e decidimos alugar uma casa na tão falada praia de Asia (já falamos um pouco sobre ela aqui e aqui). Na verdade Asia é um distrito do departamento de Lima (as divisões administrativas aqui […]

  • Reply
    Milena
    18/05/2013 at 14:20

    Olá! Manu em janeiro sempre chove muito ai? Ou da pra encarar a viagem e conhecer Lima, Cusco e MP? Ou voce me aconselharia ir em julho? Help me Ah adorei teu blog, descobri lendo o da Lu que tambem esta maravilhoso Bj Milena

    • Reply
      Manu Tessinari
      20/05/2013 at 17:09

      Oi Milena, tudo bem?

      Aqui em Lima não chove nunca e janeiro é pleno verão. Você encontrará uma cidade mais vazia, porém com um solão daqueles. Já Cusco/MP é uma época muito arriscada. Não que seja frio lá, não é. O problema é que as chuvas são bem pesadas podendo estragar parcialmente e/ou totalmente seu passeio. Se tiver só chovendo, não tem problema, vc conhecerá tudo na chuva, mas conhecerá normalmente cusco e MP, mas se as chuvas estiverem realmente pesadas acontecem deslizamentos de terra, deixando MP sem acesso. Lembra um caso há uns anos de brasileiros ilhados em MP? foi justamente em janeiro… Bom, aí o quanto quer se arriscar, é de cada um. O site dá Lu tem dicas mais que preciosas. Imperdível!

      Espero que tenha te ajudado.

      Abraços,
      Manu Tessinari

      • Reply
        Milena
        20/05/2013 at 17:17

        Obrigada pelo help. Vou ver outra data, é melhor não arriscar! Bjo

        Enviado via iPhone

  • Reply
    Guilherme Mendes Thomaz
    31/01/2013 at 09:33

    Excelente post! Já fiz um link pra esse post no meu blog sobre Lima 😉 Parabéns pelo conteúdo. Beijos

    • Reply
      Manu Tessinari
      22/02/2013 at 17:48

      Sabe que eu tinha certeza que tinha te agradecido pelo link, mas agora fiquei na dúvida? rs De qualquer forma, agradecer nunca é demais. Obrigada Guilherme!!!

  • Reply
    Lima: Huaca Pucllana, Parque do Amor e Praia de Miraflores (2º DIA – 07/03/2012) | I GET AROUND Travel Blog!
    31/01/2013 at 09:09

    […] Ficamos um pouco no parque, atravessamos a Ponte Villena Rey e depois descemos o penhasco para chegar até a praia. As praias de Miraflores são de pedra e a água é bem gelada, portanto, não são tão populares entre banhistas e turistas como as praias de areia localizadas a apenas algumas horas ao sul ou norte de Lima. Mesmo assim eu e meu irmão decidimos entrar no mar! Foi engraçado e perigoso ao mesmo tempo… o mar é bem agitado e para entrar é preciso esperar o tempo certo da onda bater na bancada de pedra e depois pular. Foi tudo tranquilo até decidirmos sair do mar (5 minutos depois haha), e além do mar puxar bastante, ao chegarmos na bancada de pedra é preciso “escalar” e como as pedras são pequenas e estão soltas, fica muito difícil e cansativo, sem contar as ondas batendo e trazendo mais pedras! Depois que “salvei” o meu irmão e enquanto o Gringo ainda gargalhava é fomos entender porque só haviam surfistas e outras 4 pessoas no mar além de nós! Clique aqui e confira um excelente post sobre as praias próximas de Lima que encontrei no blog Cup … […]

    • Reply
      Manu Tessinari
      31/01/2013 at 10:28

      Sabe que fui tentar entrar na água também, mas levei tanta canelada de pedra que desisti antes de mergulhar. Fiquei com os hematomas, mas sem o mergulho. rs

      Manu Tessinari

  • Reply
    Lima: Ida a Cusco (4º DIA – 09/03/2012) | I GET AROUND Travel Blog!
    31/01/2013 at 09:05

    […] A viagem que era pra durar 22 horas, acabou durando 25 horas devido a uns deslizamentos na estrada.  O ônibus é muito confortável, tem serviço de bordo, comida, filmes, documentários e tem até Bingo! Além de todo esse entretenimento e conforto, as paisagens e praias no caminho fazem com que a viagem não seja tão cansativa. Logo depois de Lima, tem muitas praias desertas maravilhosas e deu muita vontade de descer e passar uns dias ali. Portanto, recomendo acrescentar uns dias em Lima para conhecer estas praias, deve valer muito a pena! Clique aqui e confira um excelente post sobre as praias próximas de Lima que encontrei no blog Cup … […]

    • Reply
      Manu Tessinari
      31/01/2013 at 10:26

      Obrigada pela citação! Tem que vir uma vez pra ficar só nas praias!!! rs

      abraços,
      Manu Tessinari

    Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!