/>
4 Em Crianças/ Cultura/ Lima/ Passeios/ Vida em Lima

MAC Lima, o Museu de Arte Contemporânea da cidade.

Galpões do MAC Lima, visto do parque.

Sei que numa viagem curta ou a primeira vez em uma cidade nova, um Museu de Arte Contemporânea não é uma das atrações top, a não ser que seja um destino turístico imperdível, como o Tate Modern em Londres, mas meu assunto de hoje é justamente o MAC Lima, que adoro.

Galpões do MAC Lima, visto do parque.

MAC visto do parque.

Artes entre os galpões do MAC Lima, no Barranco.

Todo espaço é de arte.

Inaugurado em 2013, em uma área abandonada logo no início do Barranco, o MAC veio criar um espaço que ainda não existia na cidade: espaço para a arte moderna e contemporânea peruana e internacional.

Eu tenho minhas ressalvas contra a arte contemporânea, acho difícil de entender e muitas vezes difícil de admirar, mas eu adoro o espaço que criaram aqui. São 3 galpões com completa interação à natureza e a cidade em volta.

Arte no galpão principal do MAC Lima, no Barranco.

Galpão principal. Ao fundo, a cidade.

Arte no espelho d'agua do MAC Lima, no Barranco.

Arte dentro e fora do galpão. Visto de todos os ângulos.

É um museu pequeno, você consegue percorre-lo em pouco tempo e são normalmente 3 ou 4 exposições diferentes. Isto possibilita você “perder” mais tempo com uma ou outra obra ou exposição. Ler com calma e admirar com calma.

Já vi muita coisa legal por lá e, agora mesmo, há uma exposição linda e imperdível para quem mora aqui: Vik Muniz. Talvez nosso artista contemporâneo mais famoso. A exposição é um apanhado de obras de várias épocas do artista e fica em Lima até 14 de abril.

Obra de Vik Muniz, no MAC Lima, Barranco.

Vik Muniz.

Obra de Vik Muniz no MAC Lima, Barranco

Trabalho de 1983, de Vik Muniz.

Obra de Vik Muniz no MAC Lima, Barranco.

Detalha de uma das obras de Vik Muniz. Arte com recortes de papel. Incrível.

O MAC também criou uma estrutura para que a cidade se aproxime da arte. Ele oferece uma séria de atividades livres e pagas para integração como visitas guiadas para crianças e adultos, workshops, aulas de arte também para crianças e adultos e uma séria de atividades no parque.

Olivia descobrindo arte. Porque museu também é lugar de criança.

Olivia descobrindo arte. Porque museu também é lugar de criança.

Sim, o parque do MAC é outro ponto positivo do museu. Eles aproveitaram a área verde e criaram um espaço para fazer arte. O museu oferece gratuitamente atividades artísticas para todas as idades. Ensinam a fazer trabalhos em madeira, pinturas em vidro e bolas de sabão gigante. Ali, toda manifestação artística é bem vinda. Todos os domingos, de 15 às 18:30, tem atividade também. É só aparecer. Independente disso, o parque é um espaço com um astral ótimo. É bom pra ficar de bobeira, para ler, para descansar. Durante a semana, um oasis de paz na correria da cidade.

MAC Lima, museu de arte contemporanea.

Lugar pra ler.

Lugar pra ver a vida passar.

Lugar pra ver a vida passar.

MAC Lima, museu de arte contemporanea.

Lugar pra descansar.

MAC Lima, museu de arte contemporanea.

Lugar pra fazer bola de sabão.

MAC Lima, museu de arte contemporanea.

Lugar pra brincar.

MAC Lima, museu de arte contemporanea.

Lugar pra contemplar.

Para completar a lista de coisas legais do museu, não poderia deixar de citar o Café do MAC, super agradável, e a loja em parceria com a Galeria Delbarrio, trazendo objetos lindos e diferentes para decoração.

Cafe do Museu de Arte Contemporanea, MAC Lima, Peru

Café do MAC.

Loja do Museu de Arte Contemporanea, MAC Lima, Peru

Loja do MAC em parceria com Galeria Delbarrio.

É programão para toda a família.

MAC Lima
Terça a Domingo – 10h às 18h.
Entrada: 6 soles (adulto) e 4 soles (crianças até 12 anos, idosos e estudantes) – domingo custa 1 sol. Entrada para o parque é gratuito.
Para sempre receber notícias sobre a programação, siga o MAC no FB: www.facebook.com/museomaclima
Estacionamento: não tem estacionamento, o melhor que se tem a fazer é estacionar atrás do MAC. Entre na Ca. El Libertador e estacione no inicio da Av.San Martin. Caminhe pelo beco até a entrada do Museu.

Talvez você também goste

4 Comentário

  • Reply
    Boia Paulista
    10/03/2014 at 07:58

    Oi, Manu. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

    • Reply
      Manu Tessinari
      10/03/2014 at 13:35

      Que boa notícia, Nat!

      beijos pra vocês!
      Manu

  • Reply
    Acontece em Lima: março - Cup of Things
    08/03/2014 at 22:34

    […] 12, próxima quarta feira, às 19h, terá uma sessão ao ar livre, no MAC Museu de Arte Contemporânea, do documentário sobre Vik Muniz, Wasteland, com título em português Lixo Extraordinário. O […]

  • Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!