/>
3 Em Compra/ Cultura/ Lima/ Peru

Dédalo: galeria de arte e café em Lima

Mudei pra cá em dezembro de 2011 e seis meses depois estava recebendo a visita de uma amiga arquiteta muito amada, dessas que sabe assentar tijolo e frequentar vernissage, sabe!? Estava super ansiosa em recebê-la, afinal por mais que fosse uma amiga da vida toda, e ela me conhece e sabe que não sou a pessoa mais antenada em arte, queria leva-la a um lugar onde ela pudesse ver coisas peruanas, mas que fossem diferentes do tipo de arte que encontramos nos mercados de artesanato por aqui. E também não queria nada muito afrescalhado (tipo pinturas que eu nunca entendo) porque ela sabe que eu não curto esse tipo de coisa. E por meio dessa necessidade, acabei encontrando e conhecendo a galeria Dédalo.

Fotos da fachada, casarão estilo antigo, bem conservado, em cor de concreto, com um jardim e uma grande árvore em frente. No jardim estátuas de crianças, na entrada uma escada e uma rampa. Na vitrine itens de decoração e acessórios à venda, iliminados estrategicamentes.

Nas três fotos de cima – fachada da Galeria Dédalo em Barranco. Na foto inferior, a vitrine do espaço da Dédalo no Shopping Larcomar

A Dédalo é uma galeria que surgiu em 1992, sua dona apaixonada pelo artesanato peruano queria reunir em um mesmo lugar diferentes tipos de arte e artistas nacionais. Assim nasceu a galeria em sua maioria com peças de utilidade diária mas nada convencionais, e hoje conta com obras de inúmeros artistas, muitos deles já conhecidos internacionalmente. A galeria principal (sobre a que vou falar) é a do bairro de Barranco, existe uma loja da Dédalo também no Shopping Larcomar, e as coisas são igualmente lindas. Mas é uma loja, pra comprar, é menor, com menos objetos e muito menos charme. Se quiser fazer além de compras, um passeio, tem de ir à galeria de Barranco.

  No sentido horário: estante com itens de decoração; mural na entrada em homenagem ao mês dos namorados; ambiente onde estão os objetos mais modernos, com uma pegada mais pop art da galeria

No sentido horário: estante com itens de decoração; mural na entrada em homenagem ao mês dos namorados; ambiente onde estão os objetos mais modernos, com uma pegada mais pop art

A minha primeira impressão ao entrar lá é sempre a mesma: um lugar único. Nunca fui frequentadora de galerias de arte na minha vida, então essa é a opinião de uma leiga, mas a Dédalo reúne várias coisas diferentes que juntas têm um ótimo resultado atraindo leigos como eu para lá. O lugar onde a galeria está instalada é um casarão antigo no bairro de Barranco, os ambientes são “temáticos” – por exemplo, o salão principal tem coisas predominantemente de decoração, existe uma sala somente para as jóias e bijuterias, outras várias para roupas e acessórios… Além dos ambientes que são exclusivos de determinados artistas, como a mundialmente reconhecida Vacide Erda Zimic.

No sentido horário: ambiente com objetos decorativos; mesa feita com reaproveitamento de materiais (na Dédalo no Larcomar) e O espelho despejo desde a primeira vez que entrei na Dédalo

No sentido horário: salão principal com objetos decorativos; mesa feita com reaproveitamento de materiais (na Dédalo do Larcomar) e o espelho desejo que eu namoro (já que ele custa S/.5.000,00) desde a primeira vez que entrei ali

A sala infantil é de enlouquecer! Eu não tenho filhos, então nunca comprei nada por lá, mas toda vez entro pra ver as novidades… hehehe. Quando criança meu avô materno fazia muitos brinquedos pra gente, cavalinhos de madeira, bonecos, até balanço na casa dele a gente tinha! Quando eu fiz cinco anos ele me deu uma casinha de boneca dessas de madeira que ele mesmo construiu (muito maior e mais linda que essa da foto), tinha telhado vermelho, sofá estampado, cama com colcha, uma escada com tapete vermelho e até uma lareira! E eu e a minha irmã brincamos até destruir a casinha. Só de lembrar dói meu coração. Então ver todos esses brinquedos artesanais remete a uma infância muito parecida com a que tive.

Existe uma sala somente com produtos pra crianças, desde roupas de algodão peruano, passando por livros e brinquedos educativos até mobília para sala de jogos dos pequenos

Existe uma sala somente com produtos pra crianças, desde roupas de algodão peruano, passando por livros e brinquedos educativos até mobília para sala de jogos dos pequenos

A maioria das minhas compras de lá são de bijuterias (lindas! Mas me descobriram fotografando antes de chegar nessa sala e não consegui tirar fotos pra mostrar pra vocês) e lembranças simples para minhas visitas ou alguma amiga que se muda do Peru. Existem produtos em toda faixa de preço, mas no geral as coisas são um pouco mais caras, afinal é uma galeria de arte, óbvio que eles vão cobrar pelo “nome”. Mas mesmo que não compre nada, a visita já é uma delícia.

Na galeria também se vende roupas, sapatos, bolsas, bijuterias e até algumas jóias, tudo produzido por artistas nacionais.

Na galeria também se vende roupas, sapatos, bolsas, bijuterias e até algumas jóias, tudo produzido por artistas nacionais.

O que fez esse lugar arrebatar meu coração foi isso, o fato de me sentir tão bem ali. Você pode ir à tarde fazer um passeio e encher seus olhos de beleza e arte e depois de querer comprar tudo e lembrar que pode levar apenas 23kg na sua mala (ou no meu caso lembrar que eu não tenho onde guardar nada porque meu apartamento tem pouquíssimos armários), você ainda pode se sentar no jardim incrível que eles tem e tomar um café delicioso!

Ambiente externo com jardim e um café delicioso!

Ambiente externo com jardim e um café delicioso! Abaixo outros brinquedos de madeira também à venda.

É um passeio pra quem gosta de arte, de beleza e/ou de café! O que é muita gente! Por isso reservem um tempinho pra conhecer esse lugar mágico que vocês não irão se arrepender!

DÉDALO ARTE Y ARTESANIA
Paseo Sáenz Peña 295, Barranco – Lima
Telefone: 652-5400
Blog Dédalo
Facebook Dédalo

Talvez você também goste

3 Comentário

  • Reply
    maria
    09/04/2015 at 19:39

    Estou encantada com seu blog!!
    Estou indo ao Peru em Outubro e quero muito desbravar essa parte cultural em Lima.
    Quero muito sua opinião quanto ao meu roteiro, pois terei 12 dias e não sei como coordenar as cidades.
    Lima/Cusco/Aguas Calientes/MachuP e quero acrescentar Arequipa ou Puno… Dúvida cruel.
    É possível e confortável ir de Cusco a Arequia de onibus? Adoraria conhecer as cidadezinhas pelo caminho.
    E vale a pena um bate volta para a Reserva Paracas / Ihas Ballestas?
    Desde já obrigada

    • Reply
      Manu Tessinari
      09/06/2015 at 00:03

      Oi Maria,

      Da pra você fazer 4 dias em cada ( Lima, Cusco e Arequipa/Puno). Se for Arequipa pode ficar menos e adicionar dias em Cusco. Eu nunca fiz o trajeto de ônibus, as estradas costumam ser tortuosas e, para mim, perigosas, mas são trajetos comuns e os ônibus principais são ótimo (veja o post aqui). Puno/Cusco tem um trem maravilhoso e o passeio é ótimo! A decisão deverá ser sua baseada nas pesquisas e ver o que mais te agrada e te deixa confortável.
      Quanto ao bate e volta a Paracas, só se você adorar e tiver muita curiosidade com a vida dos leões marinhos e tal, porque outubro ainda é frio, no barco costuma ser ainda mais frio e são 4 horas pra ir e 4 horas pra voltar. Acho cansativo, mas esta é minha opinião. Tem um passeio aqui em Lima, para ver as ilhas aqui do litoral, que você ve (e até nada) com leoes marinhos. Sai de Callao a excursão de um dia.

      Abraços,
      MAnu

  • Reply
    Purocorazón: bolsas peruanas feitas com amor. - Cup of Things
    27/02/2015 at 13:36

    […] Purocorazón Av.Conquistadores 535 San Isidro obs: Encontra-se os produtos Purocorazón também na Dédalo. […]

  • Deixe uma resposta para Manu Tessinari Cancelar resposta