/>
8 Em Cultura/ Lima/ Passeios/ Peru

Museu Bodega y Quadra de Lima

Quem veio a cidade nos últimos meses e visitou o centro histórico de Lima pôde perceber diversas obras acontecendo no local. As modificações, como criar rua somente de pedestres e a criação de museus, vieram para deixar o centro ainda mais lindo e interessante.

Um dos museus inaugurados recentemente, em novembro do ano passado, foi o Museo de Sitio Bodega y Quadra, próximo ao Convento São Francisco, em uma rua atrás do Palácio do Governo peruano. Novo, mas já pode incluir como passeio obrigatório no seu roteiro. Vale a visita.

O museu foi criado numa das casas coloniais dos antigos comerciantes e foi escolhida porque no local foram encontrados centenas de objetos da era colonial, além de escavações que mostram séculos de alterações arquitetônicas, o que ajuda a recriar a própria história de Lima.

Museu bodega y Quadra de Lima

Entrada do Museu localizado no Centro Histórico de Lima

O museu está dividido basicamente em quatro partes:

1) A cerâmica colonial

Nesta área, o visitante tem contato um pouco com a mistura cultural que uma Colônia vive, através de suas cerâmicas. Práticas próprias do povo nativo pré-colombiano, misturado com praticas de procedência espanhola criam objetos como novos desenhos, novos motivos.

cerâmicas encontradas nas escavações do Museo Bodega y Quadra

Exposição de cerâmicas encontradas reconstroem a Lima colonial.

2) A Casa Bodega y Quadra

A história da casa por si só já é muito interessante. Depois do grande terremoto de 1746, as casas coloniais (solares) perderam seu valor, devido ao comprometimento de suas estruturas. Nesta época, don Tomás de la Bodega y Quadra, um rico comerciante da elite da época, comprou a casa para restaurá-la e criar ali em suas áreas subterrâneas diversas lojas.

Passear pelos seus cômodos, andar pelas escadas, olhar através das janelas, ver seus azulejos nos leva ao tempo de uma cidade rica, colonial, sede do governo espanhol. Você terá uma boa idéia do que era viver naquela época.

Mas a casa é mais que isto. Nas escavações, encontraram estruturas anteriores do séc.  XVIII, onde foram utilizadas diversas técnicas, abrindo um mundo de possibilidades do que esta casa já viveu…

 Casa Bodega y Quadra

Detalhes da casa com a escadaria e o azulejo recuperado.

3) A área arqueológica

Na parte dos fundos da casa foram realizados trabalhos de investigação arqueológica e descobriram arquiteturas da época que Lima era o segundo reinado da Espanha, pertencentes aos séculos XVI, XVII e XVIII.

Museu Arqueológico em Lima

A parte baixa da casa, onde fica a museu arqueológico. Arquiteturas do séculos XVI, XVII e XVIII.

4) A cultura material da República

Esta mostra apresenta a vida da capital recém República. Um período de grandes transformações, novos costumes e vida social intensa. Os objetos remontam a época.

Cerâmica da Era Republicana do Peru.

Cerâmicas vindas do Panamá na República.

Para mim, o mais interessante foram as descrições sobre a formação física, social e política da sociedade, seus mapas e explicações.

Exposição da história colonial peruana

Planta do funcionamento social e físico de Lima durante a era colonial.

Mapa de Lima antiga

Mapa de Lima, quando esta era a principal capital do Reinado Espanhol na América do Sul.

Ilustrações da época colonial em Lima

Ilustrações da Lima colonial. Na última ilustração, Lima ainda chamada “Cidade dos Reis”.

O museu é lindo e muito bem montado. Ele não é grande, não cansa e você descobre coisas muito bacanas sobre a cidade. É sem dúvida o maior museu de história colonial de Lima, apresentada desde o período pré-hispânico até o primeiro século de independência do país.

Museo de Sitio Bodega y Quadra
Endereço: Jirón Ancash 213 – Cercado de Lima
Horário de visitas: terça a domingo – 9h a 17h

Talvez você também goste

8 Comentário

  • Reply
    Renata
    11/05/2015 at 07:34

    Manu
    adorei a dica deste museu, mas parece que não abre feriado, correto?
    Estarei em Lima em um final de semana e no feriado de 29/6 (São Pedro e São Paulo). Sabe se em feriados, o centro de Lima fica ruim para visitação, como os centros das cidades brasileiras que ficam muito desertas nos feriados?
    abs
    Renata

    • Reply
      Manu Tessinari
      09/06/2015 at 11:00

      Oi Renata,

      O centro fica mais vazio porque a parte comercial está fechada, mas não fica abandonado nao!! Aqui tem turista o ano todo, todo dia! Você encontrará os museus abertos, restaurantes, a catedral e fora do centro costumam estar abertos os shoppings, restaurantes, etc. Se há algo que você quer muito ir, vale a pena conferir as datas de abertura nas páginas próprias no FB.

      abraços,
      MAnu

      • Reply
        Renata
        10/06/2015 at 13:09

        Muito obrigada pelo retorno, Manu!
        abs

  • Reply
    Cristina Ota
    05/04/2015 at 15:42

    Por favor, irei visitar apenas Lima no mês de abril, preciso de dicas de agencias de turismo para fazer city tour, visita ao Museu Larco e Museu Nacional Antropologia e ou guia de turismo com transporte

  • Reply
    Ivan Braz
    06/05/2014 at 08:13

    Parabéns pelo post! só tenho uma dúvida: quanto custa a entrada para este museu?

    • Reply
      Manu Tessinari
      06/05/2014 at 08:18

      É gratuito!

  • Reply
    Como explorar o Centro Histórico de Lima | Cup of Things
    06/06/2013 at 08:01

    […] Museu aberto o ano passado, é muito interessante. Conta a história de Lima como capital do Vice-Reinado e como colônia, além de um sítio arqueológico e o próprio passeio pela casa, já encanta. Visitei e já contei tudo sobre o Museu Botega y Quadra em um post. […]

  • Reply
    Lu Malheiros
    25/02/2013 at 19:01

    Manu,
    Já quero voltar! 🙂
    Bjs

  • Deixe seu comentário, opinião, dúvida, elogio. A gente vai adorar!